ENTRESSEIO

s.m. 1-vão, cavidade, depressão. 2-espaço ou intervalo entre duas elevações. HUMOR, CURIOSIDADES, UTILIDADES, INUTILIDADES, NOTÍCIAS SOBRE CONSERVAÇÃO E RESTAURO DE BENS CULTURAIS, AQUELA NOTÍCIA QUE INTERESSA A VOCÊ E NÃO ESTÁ NO JORNAL QUE VOCÊ COSTUMA LER, E NEM DÁ NA GLOBO. E PRINCIPALMENTE UM CHUTE NOS FUNDILHOS DE NOSSOS POLÍTICOS SAFADOS, SEMPRE QUE MERECEREM (E ESTÃO SEMPRE MERECENDO)

29 janeiro, 2010

DESEJO A TODOS QUE POR AQUI PASSARAM NESTA SEMANA
QUE SE FINDA HOJE, UM ÓTIMO E RECONFORTANTE
FIM DE SEMANA. BEBAM ATÉ ONDE A CACHOLA AGUENTAR,
MAS DEIXEM O CARRO EM CASA. SE BEBEREM E FOREM
DIRIGIR PELO MENOS A VIÚVA É BOA?

Marcadores:

PLAQUINHA DE HOJE - 29-1-10

Série: Crítica
"QUANTOS POLÍTICOS SÃO
NECESSÁRIOS PARA
TROCAR UMA LÂMPADA?
TRÊS: UM PARA SUPERFATURAR
 A LÂMPADA, OUTRO PARA
SUPERFATURAR A ESCADA E O
TERCEIRO PARA
COLOCAR UMA PLACA:
LÂMPADA TROCADA -
OBRA DE FULANO DE TAL"

Marcadores:

ATUALIDADES - 29-1-10

Peru promete resgatar brasileiros ilhados o mais breve possível

Ao menos 1470 turistas ainda estão presos em Machu Picchu; Itamaraty diz que 180 brasileiros estão entre eles.
 


Rio está quase trasbordando em Aguas Calientes. Foto: Felipe Mortara/FotoRepórter/AE

BRASÍLIA - A Embaixada do Peru em Brasília informou nesta quinta-feira, 28, por meio de nota à imprensa, que seu governo estabeleceu uma ponte aérea permanente, com helicópteros, para retirar os turistas ilhados na região histórica de Machu Picchu e que se mantém em "estreito contato" com o Itamaraty para "coordenar ações conjuntas".
Mais cedo, o governo peruano informou que 595 turistas foram retirados da área afetada. Cerca de 1470 turistas ainda estão ilhados. 800 deles estão emáguas calientes e 670 faziam a pé a trilha inca, que liga Cuzco à cidade sagrada. Segundo o Itamaraty, 30 brasileiros já foram resgatados e 180 ainda estão presos. O governo peruano informou o Itamaraty que está fornecendo águas, alimentos e abrigos a essas pessoas.
De acordo com o texto, o ministro de Comércio Exterior e Turismo do Peru, Martín Pérez Monteverde, está na região afetada para coordenar os trabalhos de resgate. A embaixada reiterou que, até o momento, não foram registrados casos de brasileiros feridos ou desaparecidos. "Dependendo das condições climáticas, o governo do Peru espera poder evacuar todos os turistas brasileiros o mais breve possível", completa o texto.
Apoio
De acordo com a nota do Itamaraty, foi montado um Núcleo da Crise na embaixada brasileira em Lima para coordenar o apoio às vítimas junto com o governo peruano. O embaixador do Brasil no Peru, Jorge Taunay, deslocou-se a Cuzco ontem para acompanhar os trabalhos de apoio e de resgate aos brasileiros. Um dos funcionários da embaixada, em posição de vice-cônsul, foi para Águas Calientes, na região de Machu Picchu, para facilitar os contatos com os brasileiros ilhados.
Segundo a nota do Itamaraty, o ministro interino das Relações Exteriores, Antonio Patriota, foi informado ontem pelo embaixador peruano em Brasília, Hugo de Zela, que uma operação de resgate, com 11 helicópteros, foi iniciada. A retirada segue a seguinte prioridade: doentes, idosos, crianças e suas mães e as demais pessoas. Durante a conversa, Patriota ofereceu o envio de helicópteros brasileiros para ajudar no resgate.
Contato
O Itamaraty recebe consultas de familiares dos turistas ilhados no Peru por meio do seu Núcleo de Assistência a Brasileiros (NAB), telefones (061) 3411-8803 (061) 3411-8803, 3411-8805, 3411- 8817 e 3411-9718 e do celular de plantão (061) 8197.2284.
DENISE CHRISPIM MARIN
estadao.com.br

Marcadores:

EXPOSIÇÕES - 29-1-10

ONU inaugura 2 exposições em N.York sobre Holocausto

Nova York, 27 jan (EFE).- As Nações Unidas inauguraram hoje em Nova York duas exposições que lembram os 65 anos do fim do campo de concentração nazista Auschwitz-Bikernau (Polônia) e o legado das vítimas do Holocausto.
"Os sobreviventes do Holocausto não estarão conosco para sempre, mas seu legado tem que estar presente", afirmou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, na mensagem elaborada especialmente para a data.
Para Ban, a comunidade internacional tem que preservar a história, através da educação, dos atos de lembrança e, sobretudo, aumentado os esforços para prevenir genocídios e outros crimes do gênero.
"Todos eles têm uma mensagem crucial para todos nós. É uma mensagem de triunfo do espírito humano. É um testamento vivo de que a tirania, embora surja, não prevalecerá", ressaltou o secretário-geral da ONU.
Na exposição "Gerações: Sobrevivência e Legado da Esperança" são mostradas as doutrinas dos sobreviventes para as futuras gerações, assim como também para os que passaram situações similares.
Através do exemplo de quatro famílias originárias da Polônia e da Alemanha, vítimas do regime nazista, são expostas a necessidade de enfrentar as feridas da guerra e a obrigação de manter viva a lembrança dos mortos.
Já a mostra "Arquitetura da Morte: os Planos de Auschwitz-Bikernau" apresenta documentação histórica do Diretório Central de Construção da SS nazista, que se encarregou da criação do campo de extermínio.
Entre os documentos se destacam planos, fotografias e o álbum de construção usados para a edificação do campo.
As exposições fazem parte das várias atividades realizadas pelas Nações Unidas em memória das vítimas do nazismo, que terão seu ponto culminante com a realização de um concerto na Assembleia Geral.
EFE

Marcadores:

CULTURA, PATRIMÔNIO CULTURAL E HISTÓRICO - 29-1-10

Lei Rouanet sai da gaveta e enfrenta o Congresso

Texto prevê que o governo nunca destine menos do que 40% ao Fundo Nacional de Cultura (FNC)
SÃO PAULO - É uma mudança radical na filosofia de incentivo à cultura no País. A nova Lei Rouanet, cujo texto foi assinado na terça, 26, pelo presidente Lula, prevê que o Fundo Nacional de Cultura (FNC) nunca poderá ter menos do que 40% do orçamento do MinC. Até hoje, o fundo (que permite o incentivo direto, sem que o produtor precise captar dinheiro no mercado) recebe valores irrisórios e aleatórios. A maior parte dos recursos chega via renúncia fiscal - empresas adiantam o dinheiro aos produtores culturais, e depois são reembolsadas na hora de declarar o seu Imposto de Renda (IR).
Foram criados nove fundos setoriais - Artes Visuais, Artes Cênicas, Música, Acesso e Diversidade, Patrimônio e Memória, Ações Transversais e Equalização, Audiovisual, Inovação do Audiovisual (o que compreende curtas-metragens, médias-metragens e experimentalismo) e Livro, Leitura, Literatura e Humanidades (cuja divisão, para separar literatura do mercado, será definida em lei específica). Desses nove fundos, sete terão entre 10% a 30% do total dos recursos - o restante irá para o audiovisual, segundo o texto, que ainda deverá passar pela aprovação da Câmara e do Senado.
Para decidir quais projetos serão incentivados, haverá CNICs setoriais, com representação paritária do governo e da sociedade civil. O Fundo Nacional de Cultura também poderá receber dinheiro de doações, legados e subvenções, e esse dinheiro não seguirá o critério de partilha acima. Não será permitido o incentivo a obras, produtos, eventos circunscritos a coleções particulares ou circuitos privados que tenham limitações de acesso.
A União deverá enviar 30% dos recursos do FNC para fundos públicos de Estados, municípios e do Distrito Federal (com a observância de serem destinados no mínimo 10% para cada região do País, como forma de promover a descentralização do investimento). Mas, para receber o dinheiro, Estados e municípios deverão constituir órgãos colegiados e observar as regras da lei.
A renúncia fiscal continua existindo, mas também mudou. Os contribuintes (pessoas físicas ou jurídicas tributadas com base no lucro real) poderão deduzir 40%, 60% e 80% do imposto de renda devido quando financiarem um projeto cultural (valor limitado a 6% do imposto devido, quando se tratar de pessoa física, ou 4% do imposto devido, quando se tratar de pessoa jurídica). Um sistema de pontuação definirá em qual faixa (40%, 60% ou 80%) o incentivador se encaixa.
O recebimento dos projetos culturais será feito mediante editais de seleção pública, e a lei estipula um prazo de 30 dias para que sejam avaliados - um desafio extra para o governo, já que atualmente os atrasos são constantes por falta de pessoal técnico qualificado. Para a análise dos projetos, o governo prevê na lei contratar especialistas ou instituições.
Os projetos culturais com potencial de retorno comercial (filmes como os da Xuxa e dos Trapalhões, por exemplo, enquadram-se nessa categoria) poderão ser financiados em um sistema de parceria, que poderá tomar até 20% da dotação anual do FNC. Para tanto, serão direcionados para os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts). O Banco Central do Brasil será o gestor dessa parceria, e os lucros obtidos voltarão para realimentar o FNC.
Os institutos e fundações (ligadas a bancos ou grandes empresas) estão enquadrados na faixa dos 40%, e todos têm de colocar pelo menos 20% do próprio bolso (antes, a renúncia era de 100%).
Projetos da administração pública só poderão captar até 10%, para evitar concorrência com os mercados. É o caso, por exemplo, dos museus paulistas, que agora terão de reformular seus orçamentos - a Pinacoteca do Estado pediu, para 2009, R$ 13 milhões, e obteve autorização para captar R$ 12 milhões. Entretanto, os fundos públicos dos Estados e municípios poderão redirecionar seus recursos para essas instituições.
"Na medida em que existe um fundo que tem recursos que serão repassados aos governos, não faria sentido que o setor público captasse. Com um fundo novo, forte, que cumpre um papel importante, esta restrição nos parece natural", disse Alfredo Manevy, ministro interino da Cultura, ao site do Grupo de Institutos e Fundações (Gife). Segundo estimativa do governo, inicialmente o fundo vai ter cerca de R$ 800 milhões, a renúncia será de R$ 1 bilhão e o orçamento, excluída a renúncia, de R$ 2,2 bilhões (o maior da História, conforme antecipou o Estado no dia 15).
Jotabê Medeiros
estadao.com.br
Caderno2

Marcadores: , ,

PODE CRER, É VERDADE! - 29-1-10


Natureza pornô

Lápis mais caro do mundo custa R$ 23 mil; versão "simples" sai por R$ 230


O lápis de R$ 230 da coleção Graf von Faber-Castell (Foto: Divulgação)

Janeiro é época de compra de material escolar e, portanto, de muita pesquisa e pechincha. Mas há quem não se importe em gastar uma pequena fortuna para adquirir um lápis. O mais caro do mundo é de uma coleção da Faber-Castell e custa mais de R$ 23 mil - são 9.000 euros de muito luxo no bom e velho grafite com madeira.
O site alemão da fábrica informa que o instrumento vem com apontador e borracha integrados. Os dois suportes feitos em ouro branco puro.
Como se não bastasse, o apontador levou uma coroa decorada com três diamantes, como símbolo do terceiro milênio, diz a empresa. O lápis ganhou o apelido, nada modesto, de "perfeito", pela indústria.
A série tem, no entanto, uma versão menos pomposa que, segundo a assessoria de imprensa da empresa, pode ser encontrada por R$ 230 aqui no Brasil.
O site informa que esse modelo é produzido com cedro da Califórnia e é finalizado em prata ou em platina ou banhado em prata. Há ainda versões do lápis com cedro preto e tanto a borracha quanto o lápis podem ser repostos.
Um lápis simples, sem capa nem apontador - mas com borracha na pontinha - custa, em média, R$ 0,55 (o dado foi fornecido em pesquisa realizada pela Fundação Procon de São Paulo).
Ou seja, com o valor brasileiro da versão do "lápis perfeito", seria possível comprar mais de 400 unidades do instrumento de escrita.



Simone Harnik


Confundiu ladrão com marido e quis... sexo
Um ladrão chinês quase teve dupla sorte durante um assalto. A dona da casa que estava a roubar confundiu-o com o marido e tentou... fazer amor com ele. O assalto inusitado aconteceu a 13 de Janeiro, em Changsha, na província de Hunan, de acordo com o «China Daily», citado pelo site brasileiro «G1».
Ao jornal, a mulher contou que apanhou um valente susto quando percebeu o engano. Ela estava a dormir, ouviu alguém entrar no quarto e tentando surpreender aquele que pensava ser o seu marido, literalmente, atirou-se a ele. O ladrão até correspondeu e ela só se apercebeu do engano quando apalpou o cabelo do homem. Era mais comprido que o do marido...
Acendeu a luz e desatou a gritar. O marido, que estava em casa de um vizinho, rapidamente correu para casa e conseguiu apanhar o ladrão.
Portugal Diário

Alemão preso a contrabandear 44 lagartixas nas cuecas
Hans Kurt Kubus, de 58 anos, foi apanhado com 44 lagartixas e pequenos lagartos em risco de extinção pela alfândega neozelandesa no aeroporto de Christchurch.

Kubus levava uma carteira com oito bolsos feita à medida para transportar os répteis e admitiu que foi para a Nova Zelândia com o objectivo de contrabandear os animais para a sua colecção pessoal, de acordo com a edição online de «O Estado de S. Paulo».
O turista alemão foi traído pelo nervosismo ao passar a alfândega. Os agentes da imigração desconfiaram e decidiram ver as bagagens de Kubus e revistá-lo.
Algumas das espécies apreendidas podem chegar a valer quase mil euros no mercado negro.
O departamento de Conservação da Nova ZelÂndia considera que este foi o caso mais grave deste tipo detectado no país nos últimos dez anos.
O homem vai ser deportado depois de cumprir uma pena de prisão de três meses e meio na Nova Zelândia. Kubus foi ainda multado em quase 2 mil e 500 euros.
Portugal Diário
A versão de ouro branco com diamantes custa R$ 23 mil (Foto: Divulgação)

Marcadores: , ,

HÁ! HÁ! HÁ! RI, DE QUE? - 29-1-10

Um Presidente de uma determinada empresa, casado há 35 anos, está na maior dúvida se quando transa com a sua mulher, depois de tanto tempo de casamento, é trabalho ou prazer.

Na dúvida, ligou pro Diretor Geral e perguntou-lhe o que ele achava.
O Diretor ligou pro Vice-Diretor e fez a mesma pergunta. O Vice-Diretor ligou pro Gerente Geral e fez a mesma pergunta.
E assim seguiu-se a corrente de ligações até que a pergunta chegou ao Setor Jurídico e o Advogado Chefe perguntou, como de praxe, pro Estagiário que estava todo afobado fazendo mil coisas ao mesmo tempo.
- Rapaz, você tem um minuto pra responder se quando o Presidente da empresa transa com a mulher dele é trabalho ou prazer ???
- É prazer, Doutor !!! - respondeu o Estagiário prontamente e com segurança.
- Ué ? Como é que você pode responder isso com tanta segurança e certeza ?
- É que...se fosse trabalho, já tinham mandado eu fazer !!!!!!!














Marcadores: ,

28 janeiro, 2010

PLAQUINHA DE HOJE - 28-1-10

Série: Informática
"MOUSE SUJO SE LIMPA EM CASA"

Marcadores:

ATUALIDADES - 28-1-10

Presidente de Honduras assume depois de anistiar envolvidos no golpe de Estado

O presidente eleito de Honduras, Porfírio "Pepe" Lobo Sosa, ao assumir hoje (27) o governo vai apresentar à comunidade internacional o decreto que anista todos os envolvidos no golpe de Estado que depôs o presidente Manuel Zelaya e que concede salvo-conduto a ele para deixar o país. A iniciativa ocorre no mesmo momento em que a Corte Suprema hondurenha absolveu os comandantes das Forças Armadas que participaram da ação contra Zelaya.
Ontem (26) a maioria dos 71 deputados que integram o Congresso Nacional de Honduras aprovou o decreto de anistia. O documento atende às demandas dos golpistas e dos aliados do presidente deposto. Não haverá punições. A articulação foi condenada pela Anistia Internacional, que afirmou que o perdão pode levar à reincidência no país.
Pelo texto do decreto, Zelaya será perdoado das acusações de traição à pátria, tentativa de mudança da forma de governo e terrorismo. Opositores a ele denunciaram que o presidente deposto pretendia mudar a Constituição para ser favorecido no poder.
A anistia também será ampliada a todos que cooperaram com o golpe de Estado ocorrido em 28 de junho de 2009. Serão perdoadas as denúncias contra integrantes do governo, da Justiça e do Congresso acusados de violação das atribuições do funcionalismo público, usurpação de poder, desobediência e abuso de autoridade.
O golpe foi promovido por uma ação conjunta coordenada por Roberto Micheletti, que assumiu a Presidência da República, com a participação de integrantes do Congresso Nacional, da Corte Suprema e das Forças Armadas. A ação foi repudiada pela comunidade internacional, a começar pelo governo brasileiro.
No momento em que os congressistas discutiam e definiam ontem o decreto de anistia, o presidente da Corte Suprema de Honduras, juiz Jorge Rivera Aviléz, anunciou a decisão de absolver os comandantes das Forças Armadas que participaram do golpe. Em 6 de janeiro, o Ministério Público acusou os militares de expatriação ilegal e abuso de autoridade contra Zelaya.
A expectativa é de que Zelaya deixe hoje (27) a Embaixada do Brasil em Tegucigalpa (capital hondurenha) graças ao salvo-conduto concedido, por meio do decreto de anistia. O presidente deposto está abrigado no local desde 21 de setembro de 2009. Ele pretende ir para Santo Domingo (capital da República Dominicana).
Agência Brasil

Marcadores:

EXPOSIÇÕES - 28-1-10


Campos do Jordão-SP - Museu Casa da Xilogravura











A Casa da Xilogravura situa-se em Campos do Jordão, no bairro de Jaguaribe, junto a uma praça. Trata-se de local rico em história, pois ali nasceu a cidade (1874) e, na praça, foi construída a primeira capela, onde agora se vê a igreja de Nossa Sra. da Saúde.
Inaugurada em 1987, a Casa da Xilogravura é um museu particular e está instalado na sede de sua mantenedora, a Editora Mantiqueira, em prédio construído em 1928 que, anteriormente, abrigou um mosteiro de monjas beneditinas.
Por disposição testamentária do fundador, os imóveis e o acervo do Museu serão legados, post mortem, à Universidade de São Paulo - USP.
A Casa da Xilogravura, como seu nome indica, coleciona, preserva e exibe xilogravuras, isto é, gravuras feitas por meio da impressão sobre papel (ou outro suporte) de uma matriz entalhada em madeira. Parte do acervo - hoje com mais de 2.000 obras de cerca 300 xilógrafos - é exposta permanentemente ao público em duas dezenas de salas.
Há salas nas quais o visitante informa-se sobre as relações que há entre a xilografia e as outras técnicas gráficas.
O Museu oferece cursos, mostras temporárias de gravadores nacionais e estrangeiros, outros eventos, atelier xilográfico e biblioteca especializada.
A Casa da Xilogravura está aberta ao público de quinta a segunda feira das 9:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00 horas (só fecha terças e quartas feiras)
Endereço:
Av. Eduardo Moreira da Cruz 295 - Bairro Jaguaribe
Caixa postal: 42
12460-000 - Campos do Jordão - SP - Brasil
Telefone: (12)3662-1832
Sites: www.casadaxilogravura.com.br e www.editoramantiqueira.com.br
e-mail: xilogravura@editoramantiqueira.com.br
Diretor: Antonio F. Costella   Diretora Técnica: Leda Campestrin

Comentário do Silvio: Trata-se de museu único no mundo, muito bem organizado, vale a pena a visita nem que você tenha que ir a Campos do Jordão especialmente para isto. Estive lá no dia 24 último e gostei muito. Há no local além de farta exposição detalhada de matrizes xilográficas e madeiras próprias para esta finalidade, xilogravuras de autores nacionais e de outros países e materiais de outras técnicas de impressão, tipos de impressão tipográfica e uma máquina linotipo com explicações detalhadas de como funcionava este sistema. Esta máquina não está funcionando - todos sabem dos problemas em se manter este tipo de máquina funcionando, até o SENAI Theobaldo de Nigris em São Paulo, desativou o funcionamento da única que lhe restou no acervo. Já visitei museus no Brasil inteiro dedicados aos mais diversos assuntos, muitos bem organizados e infelizmente alguns que deixam a desejar, parabenizo a direção e as atendentes deste Museu, pela eficiência e organização.

Marcadores:

CURSOS - 28-1-10

Em São Paulo, Entrelivros dispõe dos seguintes cursos:



Encadernação Básica à Clássica
Dirigido para conhecimentos mais abrangentes, tais como:livros de folhas soltas, teses, livros de capas soltas e capas presas(encadernação francesa).
Treinamento dividido em módulos:
Encadernação de Fascículos: costura e acabamentos.
Encadernação de Folhas Soltas: teses, monografias, livros contábeis, situação geral, variedades de acabamento. Livros de Capas Soltas: troca de capas, recostura, conservação, limpeza mecânica, higienização, reconhecimento de problemas, encaminhamento ao laboratório de restauro, conservação , isolamento ou pequenos reparos.
Livros de Capas Presas: encadernação francesa: troca de lombadas, conservação da capa, higienização, limpeza mecânica, pequenos enxertos, reconstituição da lombada da capa (onde houver possibilidade).
Dias de Treinamento Quartas-feiras das 14:00 às 17:00h
Duração 08 meses (108 horas)


Livros Fiscais, Teses e Monografias-(folhas soltas).
Treinamento dirigido a pessoas que trabalham com copiadoras.
Variedades de acabamento, compensação, costuras possíveis.
Dias de Treinamento: Livre Escolha
Duração: 4 aulas (12 horas)


Projeto de Caixas
Armazenamento de Obras Raras, Embalagem de Papelão Calandrado revestida com papéis neutros ou alcalinos.
Voltado para a área de apresentação publicitária, displays.
Dias de Treinamento: Livre Escolha
Duração: 06 aulas (18 horas)


Álbuns
Para profissionais em Fotografia ou Encadernação.
Três Técnicas Básicas, incluindo o Álbum Foto contra Foto e
Foto panorâmica (fotos digitais)
Material que o aluno deve providenciar:
20 Fotos panorâmicas 30 x 60 - laminadas a quente
30 Fotos 20 x 25 - laminadas a quente
20 Fotos 20 x 25 - sem laminação
Dias de treinamento: Livre escolha
Duração: 06 aulas (18 horas)


Meia Cana
Dirigido ao Encadernador, Conservador e ao Restaurador.
Usado em livros de cartório, de registros, em branco, encadernação de alta resistência ao manuseio.
Dias de Treinamento: Livre Escolha
Duração: 9 aulas (27 horas)


Hot-Stamping (Gravação)
Gabaritagem e regulagem da Maquina TR 2 ou semelhante com mesa móvel e componedor basculante. Montagem de tipos. Operação com clichês. Temperatura de trabalho em diversos tipos de materiais. Cuidados para maior durabilidade dos tipos. Uso dos diversos tipos de películas.
Recomenda-se que o aluno já tenha a máquina instalada, para aplicar imediatamente os conhecimentos adquiridos.
Dia de treinamento: Sábado das 14 às 17 horas
Duração: 01 aula (03 horas)


Em todos os cursos os materiais básicos estão inclusos.
Maiores informações:
Entrelivros
Rua Machado de Assis, 216 - Vila Mariana - São Paulo-SP
(Próximo à Estação Ana Rosa do Metrô)
Fone(11) 5579-3382 Fax (11) 5539-1584 com Fátima
e-mail: silvioaneves@entrelivros.com.br

Marcadores: , ,

CULTURA, PATRIMÔNIO CULTURAL E HISTÓRICO - 28-1-10

São Paulo-SP - A hora e a vez da Galeria do Rock



Paraíso, abrigo, refúgio, ponto de encontro. A Galeria do Rock é o símbolo, a referência de toda uma geração, além de muito querida pelos amantes do rock´n rool. Palco de desfile da grife Cavallera no São Paulo Fashion Week deste ano, a galeria tem sido o centro das atenções no momento. Ganhou até projeção nacional com “Tempos Modernos”, a novela das 7 na Globo. Com isso, públicos que podem até nem gostar de rock são apresentados às múltiplas tribos que compõem seu leque cultural, e o ganho é de todos.
O Início
Antonio de Souza, conhecido mais como Toninho, presidente do Instituto Cultural Galeria do Rock e participante da Ação Local Paissandu, um dos núcleos de Ações Locais da Viva o Centro, é a história viva da Galeria do Rock.
Apaixonado pelo lugar, Toninho se emociona ao lembrar que o surgimento da galeria está totalmente ligado à história de São Paulo: “Para contar a história da Galeria do Rock temos que contar uma parte da história de nossa cidade.”
Toninho conta que na década de 60 o Centro era bem diferente do que vemos hoje: “A região central era totalmente influenciada pela cultura européia. São Paulo ainda era tida como a cidade da garoa, a confecção e o comércio de roupas eram feitos exclusivamente por alfaiates e ruas como Direita e Barão de Itapetininga, assim como a Avenida São João e entorno concentravam praticamente tudo em matéria de comércio e serviços”.
Para atender à demanda, o governo começou a autorizar a construção de prédios com galerias, para que os alfaiates e comerciantes em geral pudessem se instalar no Centro de São Paulo com mais conforto. O Edifício Grandes Galerias – hoje muito mais conhecido como Galeria do Rock e tombado como patrimônio histórico pelo Conpresp –, foi inaugurado em 1963, como um centro comercial diversificado, com lojas, salões de beleza e de serigrafia e prestadores de serviço que consertavam de aparelhos de rádio e som a aparelhos de TV.
“A verdade é que tudo acontecia no Centro. A partir daí, com o processo de industrialização se acelerando no Brasil, entrou em cena uma outra vertente de cultura, a americana”, recorda. Foi nesse período que ocorreram duas significativas mudanças: muitos comerciantes, empresários e profissionais liberais começaram a migrar do Centro para a Avenida Paulista e Jardins, e foi nesse momento que o Centro começou a ser esquecido.
É durante esse processo de esquecimento, no final da década de 70, que o Edifício Grandes Galerias passa a receber o público que aos poucos lhe dará um novo perfil, o de Galeria do Rock. “São os frequentadores da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos”, lembra Toninho. Era um pessoal com muito swing, que organizava bailes de samba rock e usava cabelo black power. Foi início da cultura hip hop, que viria a imprimir um novo colorido à Galeria do Rock”.
Rock na galeria
Lojas de vinil, fitas K7 foram aos poucos substituindo o antigo comércio instalado na galeria, mas não ainda com o rock propriamente dito. O samba rock, o hip hop tomavam conta. “O rock surge na galeria em meados da década de 80 com a chegada de pessoas ligadas ao movimento punk e anarquista.”
Como a galeria, apesar de tudo, também sofresse baixas devido ao esvaziamento do Centro e os punks não eram vistos com bons olhos pela sociedade, foi o casamento perfeito. E o público no Grandes Galerias só aumentou. Vieram também góticos e skinheads. “A antiga administração não entendia esse movimento. A chegada do rock na galeria assustou. As coisas só mudariam na década de 90, quando assumimos a coordenação da galeria”, conta Toninho. A primeira atitude foi abrir espaço para as lojas especializadas em rock se instalarem e m 4 anos a galeria estava lotada.”Eu abandonei meus negócios, praticamente pagava para trabalhar na galeria.”, revela Toninho. “O prédio estava totalmente abandonado, e a antiga administração não entendia o movimento punk, as brigas, o pessoal fumando maconha, cheirando cocaína nos corredores. O João Gordo, por exemplo, só vinha aqui para brigar, era confusão permanente.” Mas quando a administração de Toninho assumiu, trouxe a visão da juventude que tinha sofrido com a ditadura militar e entendia esse movimento e conseguiu organizar e desvincular a imagem do rock das brigas e drogas.
Fora de série
Hoje a Galeria do Rock é o encontro de todas as tribos, sem discriminação e preconceito, o lugar recebe todas as vertentes da música: “Uma vez eu presenciei um punk e o skinhead conversando e tomando uma cerveja como dois amigos, fiquei supreso diante daquela cena”, conta Toninho. “Já vi jornalista da Folha de São Paulo também tomando cerveja com uma banda de punk. Isso só prova que a galeria é uma nação, temos nossas próprias regras, diversidade cultural, não temos preconceitos, abraçamos todas as vertentes do rock.”
A Galeria do Rock hoje recebe verba do PROAC (Programa de ação cultural), para a realização do dia mundial do rock, há planos e espaço pronto para a montagem de um museu sobre a música, ou seja, a galeria é um verdadeiro tesouro no centro de São Paulo, que hoje, aglomera 450 estabelecimentos comerciais, sendo 190 dedicados ao mundo do rock. São vendido CD´s, discos, vídeos, camisetas, acessórios, bandeiras, pôsteres e itens de decoração. Há também estúdios de piercing e tatuagem e sedes de fâs clubes. Como Magical Mystery Tour (Beatles), Sepultura e Raul Seixas. Os outros são lojas de roupas, estabelecimentos de serigrafia, salões de cabeleireiros, oculistas, alfaiates, etc.
Por Thiago Soares
Viva o Centro


Unesco faz apelo pelas obras de arte
A Unesco fez ontem um apelo para proteger o patrimônio cultural do Haiti contra a pilhagem e propôs um embargo temporário à compra e venda das obras de arte do país. A iniciativa foi lançada na homenagem prestada em Madri ao Comitê Internacional para o Salvamento dos Tesouros de Arte Espanhóis, organismo no qual se uniram, em 1939, os principais museus europeus e o Metropolitan Museum de Nova York.
Zero Hora


Da Vinci pode ser desenterrado para resolver o mistério de Mona Lisa

Cientistas italianos pretendem comprovar a tese de que Mona Lisa, do mestre renascentista Leonardo Da Vinci, é um autorretrato disfarçado. Para isso, optaram por um método polêmico: desenterrar os restos mortais do pintor e, a partir do crânio, reconstruir o rosto de Da Vinci – e então compará-lo com o quadro.
Segundo reportagem do jornal britânico Daily Telegraph, uma equipe do Comitê Nacional de Patrimônio Cultural pediu permissão para abrir a suposta tumba do artista, situada no Castelo de Amboise, no Vale do Loire (França). Um consentimento prévio já foi obtido, mas a autorização formal só deve sair nos próximos meses.
De acordo com o líder do estudo, Silvano Vincenti, a ideia é, em primeiro lugar, confirmar se os restos pertencem mesmo a Da Vinci, morto em 1519, aos 67 anos. Para isso, os pesquisadores deverão usar o método de datação por carbono 14 e comparar com amostras de ossos e dentes de descendentes bolonheses do pintor.
A identidade de Mona Lisa é uma mistério há séculos, com especulações variando desde Lisa Gherardini, mulher de um mercador florentino da época, até a mãe de Da Vinci. A suspeita de que Gioconda seja o próprio pintor vem da paixão que ele tinha por inserir enigmas em seus quadros – e da crença de que ele era homossexual.
Defender


Maquiagem de chumbo dos antigos egípcios combatia infecções, dizem cientistas
No antigo Egito, acreditava-se que a elaborada maquiagem dos olhos usada pela rainha Nefertiti e outras mulheres tivesse poderes de cura, invocando a proteção dos deuses Hórus e Ra, além de evitar doenças.
A ciência não aceita a mágica, mas considera os cosméticos de cura. A maquiagem à base de chumbo usada pelos egípcios possuía propriedades antibacterianas que ajudavam a evitar infecções comuns na época, de acordo com um relatório publicado neste mês no "Analytical Chemistry", uma publicação da Sociedade Americana de Química.
"Isso é intrigante; eles foram capazes de construir uma forte e rica sociedade, então não eram completamente loucos", disse Christian Amatore, químico da Ecole Normale Superieure, em Paris, e um dos autores do artigo. Porém, eles acreditavam que essa maquiagem podia curar --entoavam cânticos enquanto faziam a mistura com coisas que hoje chamamos de lixo.
Amatore e seus colegas pesquisadores usaram microscopia de elétrons e difração de raios-X para analisar 52 amostras retiradas de estojos de maquiagem egípcia preservados no Louvre.
Eles descobriram que a maquiagem era feita fundamentalmente pela mistura de compostos químicos à base de chumbo: galena, que produzia tons escuros e brilhantes, e os materiais brancos cerussita, laurionita e fosgenita.
Como as amostras haviam se desintegrado ao longo dos séculos, os pesquisadores não puderam determinar a porcentagem de chumbo na maquiagem.
Embora muitos textos escritos, pinturas e estátuas do período indiquem que a maquiagem era amplamente usada, os egípcios a viam como algo mágico e não medicinal, disse Amatore.
Fabrizio Bensch/Reuters


Mulher observa estátua de Nefertiti, rainha egípcia, durante uma visita da imprensa ao Neues Museum, em Berlim
Infecções
No antigo Egito, na época em que o Nilo transbordava, os egípcios sofriam com infecções causadas por partículas que entravam no olho e traziam doenças e inflamações.
Os cientistas argumentam que a maquiagem com chumbo agia como uma toxina, matando as bactérias antes que se disseminassem.
Porém, embora sua pesquisa proporcione uma fascinante percepção de uma antiga cultura, os cientistas afirmam que a maquiagem não deve ser usada todos os dias.
Amatore explicou que a intoxicação dos compostos de chumbo ofuscava seus benefícios e que existem muitos casos documentados de envenenamento como resultado do uso do chumbo em pinturas e soldagens no século 20.
Neal Langerman, físico-químico e presidente da Advanced Chemical Safety, uma empresa de consultoria de segurança na saúde e proteção ambiental, afirmou: "Você não deve fazer isso em casa, especialmente se tiver criança pequena ou um cachorro que gosta de lambê-lo".
Beleza e perigo
Mesmo assim, segundo Langerman, faz sentido que os egípcios fossem atraídos pelos compostos.
"Chumbo e arsênico, entre outros metais, fazem lindos pigmentos de cor", disse ele. "Como eles criam cores atraentes e você pode transformá-los em pó, faz muito sentido usá-los como corantes de pele".
A questão do chumbo na maquiagem continua a ser debatida na indústria de cosméticos, particularmente em relação às pequenas quantidades de chumbo encontradas em alguns batons.
Embora alguns grupos e médicos argumentem que, com o tempo, usuários de batom podem absorver níveis de chumbo capazes de resultar em problemas de comportamento, a FDA --agência que regulamenta a produção e venda de diversos produtos nos Estados Unidos-- afirma que as quantidades de chumbo encontradas em maquiagens são pequenas demais para causar danos.
"É a dose que faz o veneno", disse Langerman, parafraseando o médico renascentista Paracelso. "Uma dose baixa mata as bactérias. Numa dose alta, a quantidade absorvida é demais".
New York Times


Desfile da Cavalera na Galeria do Rock teve a presença do vocalista do Titãs, Paulo Miklos

Marcadores: , ,

SAÚDE - 28-1-10

Gelo contaminado, uma fria para o verão

Nas pedrinhas podem "morar" as bactérias das intoxicações alimentares.
Especialistas recomendam cuidado com o gelo vendido na praia.
Se praia, sol e piscina combinam com diversão, festa e descanso, as intoxicações alimentares podem ser o ingrediente que azeda a mistura.
Os hábitos seguros para proteger a saúde não podem deixar de fora o gelo, presente em todas as bebidas da estação e quase sempre hospedeiro de bactérias e vírus. Uma fria para o estômago e intestino.
Segundo o engenheiro de alimentos Cláudio Lima, coordenador do Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) do Ceará, as análises feitas no cubinho de gelo comercializadas por ambulantes em algumas cidades brasileiras mostraram que praticamente todas as amostras estavam contaminadas. A pouca higiene com o gelo também foi responsável pela reprovação das bebidas vendidas em quiosques e barracas litorâneas, em estudo feito pelo Centro Brasileiro de Tecnologia em Embalagem.
“O que pouca gente sabe é que os cubinhos de gelo podem conter Salmonella sp., Staphylococcus aureus, Shigella sp, E.coli (bactérias que resistem às baixas temperaturas e provocam intoxicações) dentre outros microrganismos”, alerta Lima. “O gelo contaminado é difícil de detectar já que é o último que se considera quando alguém contrai uma infecção ou intoxicação e também porque já derreteu quando se quer iniciar uma investigação”, completa o especialista.
A técnica para evitar que o gelo seja uma fonte de doenças é simples, afirmam os especialistas. Se fizer em casa, utilize apenas água filtrada nas formas. Já a versão industrial, vendida em barras, serve apenas para resfriar os alimentos. Jamais deve ser consumida ou colocada dentro do copo para deixar o líquido (refrigerante, suco, batidas ou caipirinhas) mais gelado. Especialmente na praia, a “coreografia” mais assistida é de pessoas utilizando o gelo industrial como parte da “alimentação”, o principal erro cometido avalia Lima. As bactérias que causam as diarreias, mal-estar, náuseas vão direto para boca.
Surtos da estação
Este verão está sendo marcado por vários surtos de diarreias, em especial no litoral paulista onde mais de dois mil casos já foram diagnosticados em apenas uma das cidades da parte sul do Estado: Guarujá. A Vigilância Epidemiológica paulista e a secretaria municipal de saúde da cidade investigam as causas do acúmulo de registros do problema e, apesar de um novo vírus ser cogitado como causador do “mal da temporada”, os técnicos não descartam que o gelo contaminado tenha sido um dos responsáveis pela disseminação da infecção.
Além de São Paulo, a gastroenterologista e professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Maria do Carmo Friche Passos, também percebeu mais casos de intoxicações alimentares em seu estado. “Todo ano em janeiro tem muita gente com diarréia, mas neste ano o número de pessoas está muito maior”, afirma a especialista. “Prestamos muita atenção ao que comemos, mas esquecemos da bebida, que também pode influenciar na ocorrência dos casos”, diz ela ao citar o gelo como um dos vilões.
O mapeamento numérico da diarreia é difícil porque a maior parte das pessoas não procura o médico. Em geral, a orientação para quem adoecer consiste em manter a hidratação com soro caseiro (uma colher de chá de sal e duas de açúcar em um copo d’água) e repousar. Além do gelo, é preciso cuidado no preparado dos alimentos, que devem ser bem lavados, não podem ficar fora da geladeira por muito tempo e, no caso de carnes, precisam ser bem cozidos.
Saiba mais sobre os cuidados com o gelo
- Os gelos caseiros devem ser sempre feitos com água potável. As formas devem estar limpas e a limpeza deve ser repetida a cada preenchimento de água
- O gelo de fabricação industrial é contaminado quando embalado ou servido com as mãos, quando a máquina que fabrica o gelo não é higienizada corretamente ou quando o gelo é fabricado com água contaminada. Não existe, no Brasil, uma certificação do gelo, mas os donos de restaurantes, quiosques podem pedir laudos de contaminação aos fornecedores para atestar a segurança
- O gelo servido em barra ou escama não precisa ser fabricado com água filtrada e por isso só deve ser utilizado para resfriar produtos embalados, incluindo bebidas envasadas. Nunca o utilize diretamente na bebida. Antes de consumir a lata ou plástico que ficou neste gelo, lave bem o recipiente com água potável
Fernanda Aranda, iG São Paulo

Marcadores:

PODE CRER, É VERDADE! - 28-1-10


Opss!!!

Após fazer xixi em freezer de carne‚ sujeito vai preso nos EUA

Um homem foi preso por fazer xixi no freezer de carne em um supermercado de Canton, nos Estados Unidos.
Robert Jenkins, de 21 anos, foi detido durante a madrugada se aliviando sobre o alimento.
O mijão vai responder processo por vandalismo e desordem.
Jenkins destruiu mais de R$ 1.100 em carne.
A polícia ainda não sabe se o sujeito estava bêbado ou drogado.
Conta Outra

Revista holandesa vai bancar a noite de um leitor com prostituta de Haia


A revista erótica holandesa "Foxy" decidiu comemora sua centésima edição com uma promoção inusitada. Ela lançou um concurso que oferece ao vencedor um programa gratuito com uma prostituta chamada "Priscilla", segundo a imprensa holandesa.
A prostituta trabalha em um clube na cidade Haia e, normalmente, cobra 165 euros (cerca de R$ 485) pelo programa. Segundo a promoção, o leitor deve mandar um texto com cem palavras e dizer por que se considera o amante perfeito.
Conta Outra

Paciente da Santa Casa de Sertãozinho recebe visita inusitada

A última quarta-feira, 20, começou de maneira bem diferente dos outros dias para o paciente Marcelo Donizete Bosquini, que ocupava o quarto nº 206 da 1ª Seção da Santa Casa de Sertãozinho.
Eram por volta de 7h da manhã. A equipe de enfermagem já havia aberto a janela do quarto de Marcelo, quando o visitante inesperado chegou. “Eu me lembro que ainda estava meio sonolento, mas vi um vulto passar pelo quarto. Pensei que era um pássaro comum e nem chamei a enfermeira”, contou o paciente que teve a maior surpresa de sua vida ao se deparar com um belo tucano. “O animal voltou e começou a pular sobre a minha barriga. Levei um susto e chamei a enfermagem para retirá-lo, já que não posso me mover”, relembrou aos risos.
O tucano, ainda um filhote, foi capturado com todo cuidado pela equipe de enfermagem. Quem o encontrou primeiro, não escondeu a satisfação. “Quando eu entrei no quarto, por causa do chamado do paciente, fiquei surpresa ao ver o tucano. Fiquei muito feliz em ter um contato tão próximo assim com a natureza, logo pela manhã”, disse a enfermeira Cláudia Aline Bardini.
Depois da captura, o tucano foi levado para o Setor de Manutenção do hospital, um ambiente mais calmo, no qual ele bebeu água e se deliciou com uma fatia de mamão. Momentos depois, homens do Corpo de Bombeiros da cidade chegaram para resgatar o animal.
A ave mudou a rotina do hospital por algumas horas, pois todos os funcionários queriam vê-lo para fazer fotos. Veículos de comunicação também apareceram para registrar a presença do tucano que, ao menos por uma manhã, tornou-se uma celebridade.
O tucano resgatado pelo Corpo de Bombeiros, com a supervisão da Polícia Florestal, passará por exames clínicos para se avaliar a possibilidade de reintegração ao seu habitat natural. Caso os resultados não sejam bons, o animal será enviado a algum bosque, zoológico ou criador autorizado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).
Ainda de acordo com a Polícia Florestal, ocorrências de animais silvestres que adentram o perímetro urbano têm se tornado cada vez mais frequentes. Na mesma manhã do aparecimento do tucano na Santa Casa, só em Sertãozinho, o serviço de resgate já havia sido acionado mais duas vezes: para o resgate de uma arara e de um gambá. “É importante lembrar a todos que manter animais silvestres em cativeiro é crime contra a fauna, sendo que existe punição prevista em lei. Caso algum animal silvestre apareça no quintal de uma casa, o mais adequado é comunicar o Corpo de Bombeiros ou a Polícia Florestal, pois temos métodos corretos e seguros de captura”, concluiu o soldado Márcio da Polícia Florestal de Sertãozinho.
Minha Notícia

Marcadores: , ,

HÁ! HÁ! HÁ! RI, DE QUE? - 28-1-10

João e José, dois amigos da terceira idade, encontravam-se no parque todos os dias para ler o jornal, alimentar os pássaros, observar os esquilos e discutir os problemas mundiais. Um dia, João não apareceu. José pensou que ele poderia estar resfriado ou coisa semelhante. Entretanto, João não apareceu nos próximos dias e semanas. José ficou preocupado. Como eles se conheciam somente do parque, José não tinha a menor ideia onde João morava e ele ficou impossibilitado de saber o que de fato ocorreu com ele.

Passado um mês, José estava chateado pois ficou na sua mente a última vez que viu João. Indo ao parque como de costume, lá estava sentado João! José ficou felicíssimo e se aproximou de João.
- Por Deus, João, o que aconteceu com você?
João respondeu:
- Eu estava na cadeia.
- Cadeia? - gritou José - Por qual motivo?
João disse:
- Você conhece a Mafalda, aquela garçonete loira e gostosa da padaria da esquina?
- Claro que conheço! - Respondeu José - E daí?
- Bem, não sei porque, mas ela foi à Policia e me denunciou por estupro. E eu, com meus 89 anos de idade, fui todo feliz para a Corte e me considerei Culpado. E o filho da puta do Juiz me sentenciou a 30 dias de cadeia por falso testemunho!


























Marcadores: ,

27 janeiro, 2010

PLAQUINHA DE HOJE - 27-1-10

Série: Crítica
"AUMENTO DO PRÓPRIO SALÁRIO,
ARMAÇÕES, TROCA DE FAVORES,
ESCANDALOS, DINHEIRO DE
SUBORNO ATÉ NA CUECA,
IMUNIDADE, IMPUNIDADE.
NO BRASIL;
PARLAMENTAR É PRA LAMENTAR!"


Marcadores:

ATUALIDADES - 27-1-10

Chuva coloca cidade de SP em estado de atenção

Todas as regiões de São Paulo estão em estado de atenção na tarde desta terça-feira (26) em função da forte chuva que atinge a cidade, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE).
Segundo o especialista em análise de risco do CGE, Fernando Reis, há cerca de 30 pontos de alagamento, sendo que, destes, quatro estão intransitáveis. "Também chove forte na região do ABC, Osasco, Barueri e Carapicuíba", afirmou.
Por volta das 17h09, a cidade apresentava 136 km de lentidão, dos 835 km monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo. A tendência é que o trânsito piore nas próximas horas. As zonas norte e sul são as mais congestionadas, com 28 km e 29 km de lentidão, respectivamente.
A Defesa Civil de São Paulo informou nesta terça que 26 regiões do município estão em estado de alerta para a ocorrência de deslizamentos.
O alerta vale para as regiões de Perus, Pirituba, Freguesia, Casa Verde, Santana, Jaçanã, Butantã, Lapa, Campo Limpo, M´Boi Mirim, Capela do Socorro, Parelheiros, Cidade Ademar, Santo Amaro, Jabaquara, Ipiranga, Penha, Ermelino Matarazzo, São Miguel Paulista, Itaim Paulista, Itaquera, Cidade Tiradentes, São Mateus, Guaianases, Vila Prudente e Aricanduva.
As regiões de Capela do Socorro, Aricanduva, Vila Formosa, Campo Limpo, Butantã, Vila Prudente, M´Boi Mirim, São Mateus, Parelheiros e Ipiranga estão em estado de atenção por causa de enchentes.
Abril

Marcadores:

EXPOSIÇÕES - 27-1-10

Exposições trazem boas ideias para decorar a casa


Aproveite o fim de semana para conhecer mais sobre o trabalho de Le Corbusier, Lasar Segall e Bob Wolfenson
Objetos de design, projetos arquitetônicos, esculturas, fotografias e grafismos estão entre os destaques em exposição neste fim de semana. Aproveite o tempo livre e confira as mostras em cartaz.

 
Le Corbusier, Entre Dois Mundos
Os últimos 20 anos de vida de Le Corbusier (1887-1965) aparecem na mostra, que traz tapeçarias, esculturas, projetos arquitetônicos, maquetes, pinturas, desenhos, litografias, livros e fotografias provenientes da fundação que leva o nome do arquiteto, com sede em Paris. Ao lado de Walter Gropius, Frank Lloyd Wright, Alvar Aalto, Mies Van der Rohe e do brasileiro Oscar Niemeyer, Le Corbusier é um dos mais importantes nomes da arquitetura do século XX.
Até 7 de março
Local: Museu Oscar Niemeyer
Endereço: Rua Marechal Hermes, 999, Curitiba (PR)
Horário: das 10h às 18h
Ingressos: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (estudantes); entrada gratuita para maiores de 60 anos e para estudantes até 12 anos


Amor e solidariedade
A mostra de esculturas, gravuras, desenhos e cerâmicas do expressionista pernambucano Abelardo da Hora já foi vista por 200 mil pessoas. Trata-se de uma retrospectiva dos 60 anos de carreira do artista, conhecido tanto por suas criações em concreto polido e bronze representando mulheres sensuais, como pelas esquálidas figuras de retirantes nordestinos.
Até 31 de janeiro
Local: Centro Cultural Banco do Brasil
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112, Centro, São Paulo (SP)
Horário: de terça a domingo, das 10h às 20h
Entrada gratuita


Olhar Urbano
Bob Wolfenson, Cássio Vasconcellos, Marcos Prado, Fabio Correa, Renata Castello Branco e Ucha Aratangy emprestam sua visão particular sobre as cidades para o projeto Olhar Urbano, que reúne 26 fotografias de ícones arquitetônicos de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Goiânia.
Até 24 de janeiro
Local: MuBE – Museu Brasileiro de Esculturas
Endereço: Av. Europa, 218, Jardim Europa – São Paulo (SP)
Horário: das 10h às 19h
Entrada gratuita


Nilton de Moraes Filho e David Gerstein
A loja de decoração Inter Studio expõe o trabalho do arquiteto, designer e fotógrafo Nilton de Moraes Filho e do artista pós-pop israelense David Gerstein. A mostra de Moraes consiste na reunião de imagens da natureza brasileira como espelhos e rastros d´água clicados em Morro de São Paulo (BA), Santa Rita de Jacutinga (MG) e Búzios (RJ). Já Gerstein é influenciado pela cultura pop, trazendo o cotidiano para o universo da arte por meio de esculturas de aço com pintura eletrostática.
Até 4 de março
Local: Inter Studio
Endereço: Rua Visconde de Pirajá, 595 Loja F, Ipanema, Rio de Janeiro (RJ)
Horário: das 10h às 19h
Entrada gratuita


Cálculo de Expressão
A mostra apresenta 156 gravuras, 12 matrizes e nove livros de Lasar Segall, Oswaldo Goeldi e Iberê Camargo. A exposição conjunta dos trabalhos dos artistas propõe um diálogo entre as produções e as influências dos contemporâneos Goeldi e Segall sobre a obra gráfica de Iberê Camargo.
Até 21 de março
Local: Fundação Iberê Camargo – Porto Alegre (RS)
Endereço: Av. Padre Cacique, 2.000
Horário: de terça a domingo, das 12h às 19h;, quintas até as 21h
Entrada gratuita


Saint-Étienne, Cité du Design
Restam poucos dias para o público paulistano conferir a mostra de design, tecnologia e sustentabilidade, que apresenta pela primeira vez no Brasil projetos e obras da Bienal Internacional de Design Saint-Étienne (edição de 2008). O evento é realizado desde 1998 na cidade francesa, considerada, ao lado de Milão, um dos principais pólos mundiais de design.
Até 31 de janeiro
Local: Centro Cultural Banco do Brasil
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112, Centro, São Paulo (SP)
Horário: de terça a domingo, das 10h às 20h
Entrada gratuita


Desfile na Tela
A artista plástica francesa Lulu na mostra da IQ Art Gallery, que suas referências vêm de toda parte: são estampas de tecidos, azulejos, grafismos, mosaicos e papéis de parede em tons alegres e vibrantes, que sugerem um passeio pelo universo da moda e decoração por meio de elegantes e sensuais figuras femininas retratadas em 16 telas.
Até 28 de março
Local: IQ Art Gallery do Espaço Cultural Chakras
Endereço: Rua Dr. Melo Alves, 294, Jardins – São Paulo (SP)
Horário: de terça a quinta, das 12h à 1h; sexta e sábado, das 12h às 2h; domingo, das 12h à 0h.
Entrada gratuita

Graphias - Do Papel ao Pixel
Mais de 50 obras fazem parte da grande mostra internacional em cartaz na Galeria Marta Traba. Os artistas participantes – brasileiros, uruguaios, norte-americanos e peruanos, entre outros – apresentam a última tendência do grafismo latino-americano e mundial.
Até 31 de janeiro
Local: Memorial da América Latina
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda – São Paulo (SP)
Horário: de terça a domingo, das 9h às 18h
Entrada gratuita

Memória da Cidade: História e Patrimônio de São Paulo
No mês do aniversário da capital paulista, o visitante pode conferir as fotografias de Militão Augusto de Azevedo (1837-1905) e Renato Suzuki (1978), que retratam as transformações da arquitetura na metrópole.
Até 28 de fevereiro
Local: Caixa Cultural São Paulo
Endereço: Praça da Sé, 111, Centro – São Paulo (SP)
Horário: de terça a domingo, das 9h às 21h
Entrada gratuita
Lila de Oliveira, iG São Paulo

Portugal - Presépio de Perfeito Neves


Entalhador de escultura em madeira, Perfeito Neves, de Estremoz, tem igualmente um presépio seu na exposição temporária do Centro de Artes Tradicionais
Tendo concedido uma entrevista em 2002, publicamos hoe um excerto da mesma:
Aprendi com os meus pais. Tinha 9 anos quando comecei a trabalhar “ao banco”. Aos 22 iniciei a actividade por conta própria. Senti que estava habilitado a realizar trabalho em condições.
O meu sonho era aprender e dar a conhecer aquilo que fazia. As feiras de artesanato eram uma forma de escoar as obras e angariar clientes. Quando consegui o que pretendia, deixei de fazer feiras. Quando comecei eram os verdadeiros artesãos que frequentavam essas feiras. Hoje é mais um centro comercial ambulante que outra coisa. As feiras de artesanato tornaram-se corriqueiras. Actualmente só faço a Feira de Estremoz.
Em termos de futuro não vejo continuidade no ofício. Sou o mais novo de sete irmãos e só que é que aprendi o ofício. A minha esperança é a do meu filho que tem 7 anos e já vem para aqui mexer nas ferramentas. Se ele quiser continuar não vai ser aos 18 anos que começa a aprendizagem. Os grandes artistas têm de começar cedo. Foi assim que comecei.
No entanto não tenho aprendizes, um rapaz com 18 anos tem de ganhar um ordenado e não temos possibilidades de pagar. Os cursos de formação não permitem que uma pessoa faça um curso em três anos e venha cá para fazer trabalho de entalhador.
NA OFICINA, talho a peça a partir de um desenho que colo ou risca na madeira e recorto-a. Os recortes são feitos com o auxílio de uma serra tico-tico, com goivas ou palhetas. Os acabamentos podem ser feitos a nível de cera, ou marmoreados e dourados, ou com goma-laca.
Contactos
Perfeito dos Santos Neves
Quinta de Santa Teresinha
7100-137 Estremoz
telefone 268332580
Publicada por Centro de Artes Tradicionais / Antigo Museu do Artesanato

Marcadores: