ENTRESSEIO

s.m. 1-vão, cavidade, depressão. 2-espaço ou intervalo entre duas elevações. HUMOR, CURIOSIDADES, UTILIDADES, INUTILIDADES, NOTÍCIAS SOBRE CONSERVAÇÃO E RESTAURO DE BENS CULTURAIS, AQUELA NOTÍCIA QUE INTERESSA A VOCÊ E NÃO ESTÁ NO JORNAL QUE VOCÊ COSTUMA LER, E NEM DÁ NA GLOBO. E PRINCIPALMENTE UM CHUTE NOS FUNDILHOS DE NOSSOS POLÍTICOS SAFADOS, SEMPRE QUE MERECEREM (E ESTÃO SEMPRE MERECENDO)

31 julho, 2008

PLAQUINHA DE HOJE

Série: Filosóficas
"O SILÊNCIO É A ARMA DOS SÁBIOS...
PRINCIPALMENTE SE VOCÊ SÓ FALA MERDA!"

Marcadores:

ATUALIDADES

Sindicato diz que greve da Infraero acabou
Paralisação começou à 0h desta quarta-feira, em 12 terminais aéreos.Apesar do protesto, não houve registro de graves problemas nos aeroportos.
A
greve dos funcionários da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero ) acabou, segundo a assessoria de imprensa do Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina). A paralisação começou à 0h desta quarta-feira (30), quando trabalhadores de 12 aeroportos cruzaram aos braços.
Em assembléias realizadas durante a manhã e no início da tarde, os funcionários aprovaram a proposta feita pela Infraero e decidiram voltar ao trabalho.
Para o presidente da entidade, Francisco Lemos, o resultado da negociação é positivo. "A ampla maioria dos funcionários já aceitou a proposta", disse ele ao G1. "Esse acordo beneficia a categoria e a empresa, que vai poder arcar com os itens negociados. Os passageiros também não foram prejudicados."
Apesar do protesto, os passageiros não enfrentaram graves problemas nos aeroportos. Segundo a Infraero, dos 1.054 vôos programados até as 15h, 37 atrasaram (7,7% do total) e 22 foram cancelados.

Negociação
A categoria exigiu reajuste salarial de 5,5%, aumento no valor do vale-alimentação, participação nos lucros e mudanças no plano de carreira.
De acordo com o sindicato, a contra-proposta feita pela Infraero prevê aumento de 9,09% no valor do vale-alimentação, 5,5% sobre os salários, uma promoção em outubro e uma em janeiro que representam aumento de 7% e um plano de classificação de cargos e salário a ser definido até 30 de abril de 2009.
G1

Marcadores:

INFORMÁTICA

A banda larga vem por WiMAX

SÃO PAULO - Como as empresas brasileiras estão começando a usar a versão prévia da Internet sem fio de alta velocidade.
Pelo telefone, o empresário paulista Eladio Paniagua Junior recebeu mais uma daquelas ofertas para mudar de banda larga. A proposta era tentadora. O pacote com banda larga e telefone fixo oferecido pela Embratel custava menos da metade do plano que sua empresa, a locadora de veículos Point, já usava. De 400 reais mensais, ele passaria a desembolsar 179 reais por um link de 1 Mbps e mais quatro linhas fixas. Paniagua desconfiou, mas decidiu experimentar. "Paguei pelos dois serviços durante seis meses com receio de ficar sem banda larga", diz. O serviço funcionou bem e ele acabou dando adeus à banda larga anterior.
A Point é uma das raras empresas brasileiras que já usam o WiMAX, uma das tecnologias mais promissoras para acesso rápido e sem fio à internet, mas que ainda não foi regulamentada no Brasil. No futuro, notebooks e outros dispositivos móveis virão prontos para esse tipo de conexão, como acontece hoje com o Wi-Fi. E com a vantagem de que dará para acessar o sinal em áreas de grande alcance, mesmo em movimento — por exemplo, dentro de um carro ou de um trem.
Por enquanto, o WiMAX está sendo empregado em instalações fixas, sem a prometida mobilidade. No caso da Point, o cabo coaxial que era usado para acesso à internet foi trocado por uma conexão via sinal de rádio, vindo de uma antena a menos de 1 quilômetro dali. Um modem próximo a uma janela recebe o sinal e o retransmite à loja, que fica na região central de São Paulo. São dez computadores conectados, além do notebook de Paniagua, que fica ligado por Wi-Fi. Dona de uma frota de 200 carros, a Point tem duas lojas em São Paulo e filiais em Curitiba e Salvador.
VELOCIDADE LIMITADA
Paniagua diz que um problema do WiMAX ainda é a limitação na velocidade da conexão. Na Embratel, os planos são de, no máximo, 2 Mbps — velocidade tímida se comparada aos 10 Mbps oferecidos por operadoras ADSL, 12 Mbps no cabo e aos 30 Mbps da rede de fibra óptica da Telefônica, que já funciona em São Paulo. Nominalmente, as velocidades do WiMAX podem chegar a 75 Mbps, e cada antena pode cobrir até 9 quilômetros. Mas a Embratel não pretende, por enquanto, oferecer velocidades maiores. "Nosso foco é atingir pequenas e médias empresas que estão fora da cobertura de cabo", diz Maurício Vergani, diretor-executivo da Embratel Empresas. Segundo ele, cada antena comporta até 400 usuários num raio de 1 quilômetro.
A Embratel tem licença para operar na faixa de freqüências de rádio de 3,5 GHz, que poderia ser usada para acesso móvel. Mesmo assim, a empresa não tem planos para oferecer o WiMAX móvel ou o nomádico, ou seja, com mobilidade restrita. Como outras operadoras, a Embratel aguarda a regulamentação desses serviços pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). A agência ainda precisa fazer o leilão das freqüências de 3,5 GHz e 10 GHz, que deverão ser ocupadas pelo WiMAX. Esse leilão está prometido para ocorrer desde 2006, mas ações na Justiça vêm causando sucessivos atrasos.
WiMAX NO NOTEBOOK
Alguns dos interessados nesse mercado, no entanto, adotam um discurso que vai na contramão da indefinição do WiMAX no Brasil. É o caso da Intel e da Motorola. Uma nova geração de chips da Intel, conhecida como Montevina, vai integrar o acesso à internet via WiMAX aos notebooks e a outros dispositivos móveis. "A previsão é de trazer os primeiros produtos dessa série no início do ano que vem", afirma Elaine Nucci, diretora de conectividade da Intel. Da mesma forma, a Motorola corre para homologar, no Brasil, seus equipamentos para WiMAX.
Operadoras como a Telefônica oferecem a versão prévia do WiMAX a seus clientes corporativos em locais onde o cabo não chega. A Brasil Telecom, que começou com projetos pontuais para empresas, resolveu aguardar as definições da Anatel para voltar a falar sobre o tema. Já a Neovia, que provê acesso à internet no estado de São Paulo, vem empregando essa tecnologia em algumas conexões residenciais.
NAS AGÊNCIAS DO BRADESCO
Há também companhias usando WiMAX internamente, para interconectar suas unidades. O Bradesco, por exemplo, fez um projeto piloto com três agências, que foram ligadas à sede do banco, em Osasco, na Grande São Paulo. O resultado foi positivo, e agora 14 agências vão usar essa tecnologia para se comunicar com os computadores centrais da instituição financeira. Já a Casas Bahia usa a rede WiMAX da Diveo para a comunicação entre os escritórios e a fábrica de móveis da empresa, em São Caetano do Sul.
O setor público conta com projetos adiantados, como o da prefeitura de Belo Horizonte, que interligou parte de suas secretarias usando essa tecnologia. Na vertente da inclusão digital aparece o projeto de Parintins, município localizado à beira do rio Amazonas. Lá, o WiMAX leva a banda larga à prefeitura, às escolas e aos centros de saúde. Também permite oferecer acesso público gratuito à internet por meio de uma rede Wi-Fi instalada numa praça. "Hoje são quatro antenas espalhadas pela cidade, mas colocaremos mais 25 até o fim do ano para chegar a lugares que ainda não são conectados, inclusive nas áreas rurais", diz Rafael Rodrigues Prado, técnico de informática da Prefeitura de Parintins.
WiMAX NOS AUTOMÓVEIS
A montadora Chrysler anunciou que iniciará, em breve, a produção de carros com WiMAX integrado nos Estados Unidos. Lá, a estréia comercial do WiMAX móvel está prevista para este ano. Os carros terão computador de bordo com funções de GPS e com a conexão sem fio. O aparelho vai receber imagens, informações meteorológicas e de trânsito, avisos de compromissos, e-mail e opções de compras online.
http://info.abril.com.br/aberto/infonews/072008/21072008-9.shl

Marcadores:

NATUREZA

Pesquisadores podem ter encontrado linhagem de elefantes pigmeus extintos
MALÁSIA - O elefante pigmeu de Bornéu pode ser descendente de um raça javanesa extinta, salva acidentalmente por um governante do século 18, de acordo com um estudo lançado nesta quinta-feira.
O estudo, publicado no Jornal do Museu Sarawak, afirma que um pequeno número de elefantes pigmeus podem ter sido levados da ilha Indonésia de Java para Bornéu, que não possuía elefantes até então.
A descoberta sugere que um pequeno número de elefantes pode gerar milhares de animais se não sofrer perturbações - dando esperança aos partidários da conservação natural que tentam proteger espécies em extinção.
"Caso seja comprovada, essa história pode demonstrar que uma pequena população de grandes mamíferos pode ser salva da extinção simplesmente ao colocarmos alguns indivíduos dessa população em um ambiente diferente, mas seguro", afirma o estudo.
Junaidi Payne, co-autor do estudo, afirmou que o Sultão de Java provavelmente enviou alguns elefantes pigmeus como presentes ao Sultão de Sulu, que os enviou a Bornéu e os abandonou lá por motivos desconhecidos.
"Há inúmeros registros históricos de elefantes que foram enviados entre diversas nações na Ásia como presentes entre seus governantes para impressionar uns aos outros", disse Payne.
Os elefantes pigmeus de Java foram extintos no século 18, mas os poucos que possivelmente foram enviados a Bornéu sobreviveram em isolamento, diz o estudo, o que explica sua misteriosa origem e diferenças dos seus primos no continente.
Os pesquisadores dizem acreditar que os elefantes de Bornéu sejam descendentes dos animais de Java, baseados em análises de DNA e evidências arqueológicas.
Os elefantes pigmeus de Bornéu crescem menos de 2.5 metros em comparação aos 3 metros do elefante macho asiático. Eles também têm feições mais infantis, orelhas maiores e rabos mais longos. Eles são mais rechonchudos e menos agressivos.
Bornéu é uma grande ilha compartilhada pela Indonésia, Malásia e Brunei. Ela fica a 350 km da ilha de Java, a principal da Indonésia. Sulu fica ainda mais longe.
Último Segundo

Marcadores: ,

UTILIDADES E INFORMAÇÕES

Você sabe a importância do seu nome?
O nome é um dos pontos mais importantes a ser analisado na numerologia. Em conjunto com as demais vibrações, ele determina e explica a postura e as características que se apresentam na pessoa. Pode, por isso, dar-nos informações sobre os desejos, as decepções, os pontos de vista que trouxe consigo ao nascer. Pontos que se revelarão de alguma forma durante a vida. Registros que formam o campo energético e que, portanto atrairão situações, pessoas, experiências e cuja troca de informação formará a sua personalidade.A escolha do nome é de grande importância. É o seu mantra, que é repetido por toda a vida. O nome completo, ao contrário, não é tão falado, mas é escrito e, eventualmente dito. No entanto, da mesma forma que o nome, tem grande força. Alguns pais ainda insistem nas homenagens a avós e eles mesmos, dando ao filho seu nome completo e acrescentando Junior ou Neto. Isto, inclusive, em termos psicológicos, não é favorável para a criança, pois cria uma identificação que prejudica a individualidade da mesma. Por isso, deve-se evitar tais homenagens.O primeiro nome, pelo seu simbolismo e constante ativação, ao ser pronunciado, é o que incide diretamente sobre a pessoa. É a sua individualidade.Os demais fazem referência à hereditariedade, e é através dele que podemos descobrir a relação que pode existir entre pais e filhos.Algumas pessoas têm nomes compostos. Nestes casos, a individualidade estará reforçada naquele que é mais pronunciado. Da mesma forma com o sobrenome, já que algumas pessoas substituem, por algum motivo, como uso comum não do seu nome, mas o da hereditariedade. Isto acontece porque prefere ou porque lhe é imposto o "Souza", o "Marques"...Algumas pessoas, inclusive os pais, costumam substituir o nome do seu filho. Usam diminutivos ou apelidos, às vezes sem nenhuma ligação com o próprio nome. Este costume não traz qualquer favorecimento à criança, pelo contrário, confunde. Em casos excepcionais, apelidos podem criar energias ausentes no nome, que podem vir ajudar a vencer certos desafios. No entanto, isso não é o comum. É sempre bom que esse apelido seja visto por um profissional de Numerologia, para saber se o mesmo se adéqua às características da pessoa.

§
O que fazer com dívidas em caso de morte?
De uma forma geral, a dívida deverá ser paga. Após a morte da pessoa, é preciso fazer um inventário de seus bens, e as dívidas contraídas deverão ser abatidas do total de bens do falecido. As dívidas não podem ser herdadas pelos filhos da pessoa. Portanto, se o falecido não tinha bens suficientes para saldar todas suas dívidas, elas não passarão para seus herdeiros, e os credores não poderão receber o pagamento. Já os pagamentos de seguro de vida ou de pensão alimentícia são desconsiderados nesses cálculos.
Há, também, os casos em que a dívida estava vinculada a algum bem. Num consórcio de carro, durante o pagamento das parcelas, o veículo fica "alienado" à financiadora. Isso quer dizer que, caso a dívida do financiamento não seja paga, o carro passará à propriedade da financiadora.
http://poupaclique.ig.com.br/materias/165501-166000/165927/165927_1.html

Marcadores:

PATRIMÔNIO CULTURAL

Igreja de Nossa Senhora do Rosário, no Rio, será reformada
Construído em 1700, edifício que recebeu a primeira missa em homenagem a d. João VI, no dia de sua chegada ao Rio de Janeiro, em 8 de março de 1808, foi catedral da cidade e abriga o Museu do Negro
O edifício da Igreja da Imperial Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos do Rio de Janeiro será reformada. Segundo informações do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a reforma é orçada em R$ 100 mil e as obras começam em dois meses.
A igreja, situada na Rua Uruguaiana (antiga Rua da Vala) foi construída em 1700, pelos fundadores da associação Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, de 1640. A igreja foi a escolhida por d. João VI em 8 de março de 1808 para celebrar uma missa em nome de sua chegada ao Brasil. Neste ano, foi realizada uma missa em comemoração ao bicentenário da chegada da família real.
A igreja de N. S. do Rosário e São Benedito foi catedral do Rio por 71 anos e, desde 1888, é a responsável pelos festejos oficial em comemoração à assinatura da Lei Áurea. Em 1967, a igreja foi destruída por um incêndio, que acabou com seus ornamentos e detalhes arquitetônicos.
Há algumas semanas, o Instituto Cultural D. Isabel I, que administra o monumento, enviou carta aos ministros Gilberto Gil, da Cultura, e Edson Santos, da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, denunciando a má situação em que ele se encontra. Na carta, o instituto diz que a igreja foi penhorada por ordem do Tribunal de Justiça do estado, para quitar um dívida de mais R$ 10 milhões com a Horus Empreendimentos.
De acordo com o documento, o Museu do Negro, que funciona no sobrado da igreja, vive em situação precária e atualmente não tem museólogo responsável. Lá estão os dois únicos estandartes abolicionistas que restaram dos anos 1880. Conforme registra o historiador Eduardo Silva, estudioso e defensor da memória abolicionista na Academia de História e Ciências Sociais do Brasil, a Igreja do Rosário era o quartel-general do abolicionismo.
Segundo o Iphan, o prédio tem sérios problemas, como uma infiltração no telhado, que pode danificar sua estrutura. Os R$ 100 mil foram solicitados no fim do ano passado.
Agência Brasil
http://www.aber.org.br

Marcadores: ,

CULTURA

Museu belga revela internet de papel do início do século XX
O Mundaneum abriga um imenso catálogo criado por Paul Otlet, visionário da web e das redes sociais online
Em uma tarde de segunda-feira nublada, a cidade medieval de Mons, na Bélgica, parece um local esquecido. Além da catedral gótica obrigatória, não há muito para ver aqui, exceto um pequeno museu de fachada de pedra chamado Mundaneum, escondido em uma rua estreita em um dos cantos da cidade. Parece uma casa apropriadamente antiga para o legado de um dos pioneiros perdidos da tecnologia: Paul Otlet.
Em 1934, Otlet fez planos para uma rede global de computadores (ou "telescópios elétricos", como ele os chamava) que possibilitaria que pessoas buscassem por milhões de documentos interligados, imagens, áudios e arquivos de vídeo. Ele descreveu como as pessoas usariam os dispositivos para mandar mensagens, compartilhar arquivos e até formar redes sociais online. Ele chamou a coisa toda de "reseau", que pode ser traduzido como rede ou web.
Historiadores normalmente traçam as origens da World Wide Web (w.w.w., ou internet) através de uma linhagem de inventores anglo-americanos como Vannevar Bush, Doug Engelbart and Ted Nelson. Entretanto, mais de meio século antes de Tim Berners-Lee lançar o primeiro navegador de internet em 1991, Otlet descreveu um mundo conectado onde "qualquer um em sua cadeira seria capaz de contemplar toda criação."
Embora a protoweb de Otlet se baseassem em uma junção de tecnologias analógicas, como cartões de indexação e máquinas de telegrafia, ela antecipou, de qualquer forma, a estrutura "hiperlinkada" da web de hoje.
"Essa foi uma versão Steampunk do hipertexto", disse Kevin Kelly, ex editor da Wired, que está escrevendo um livro sobre o futuro da tecnologia.
A versão de Otlet dependia da idéia de uma máquina que juntasse os documentos usando links simbólicos. Embora essa noção pareça óbvia hoje em dia, em 1934 ela marcou um grande avanço conceitual. "O hiperlink é uma das invenções menos valorizadas do século passado", disse Kelly. "Ela vai se juntar ao rádio, no panteão das grandes invenções."
Hoje em dia, Otlet e seu trabalho foram largamente esquecidos, até mesmo em sua terra nativa, a Bélgica. Embora Otlet tenha tido fama considerável durante sua vida, seu legado caiu vítima de uma série de acontecimentos históricos - entre os quais, a invasão nazista ao país, que destruiu boa parte do trabalho de sua vida.
Mas em anos recentes, um pequeno grupo de pesquisadores começou a recuperar a reputação de Otlet, republicando parte de seus escritos e angariando fundos para estabelecer o museu e arquivo em Mons.
Os curadores do museu Mundaneum, que celebra seu décimo aniversário na quinta-feira, 19, planejam publicar parte da coleção original na web moderna. Essa comemoração não vai ser só uma reivindicação póstuma por Otlet, mas também vai providenciar uma oportunidade de fazer uma reavaliação de seu lugar na história da web. Foi o Mundaneum apenas uma curiosidade histórica - um caminho tecnológico não seguido - ou sua visão pode fornecer esclarecimentos sobre a web como a conhecemos?
Em 1895, Otley conheceu um futuro ganhador do Nobel com quem tinha muito em comum: Henri La Fontaine, que se juntou a ele no plano de criar uma grande bibliografia de todo o conhecimento publicado no mundo.
Para 1895, tal projeto marcou um ato de arrogância intelectual colossal. Os dois homens começaram a coletar dados de todos os livros já publicados, juntamente com uma vasta coleção de revistas e artigos de jornal, fotografias, pôsteres e todo tipo de texto perecível - como panfletos - que as bibliotecas normalmente ignoram. Usando cartões de índice de 7 por 12 centímetros (o que havia de mais avançado na tecnologia de armazenamento), eles criaram um vasto banco de dados com mais de 12 milhões de entradas individuais.
Otlet e LaFontaine procuraram apoio para seu projeto com o governo belga, propondo a construção de uma "cidade do conhecimento", que aumentaria as chances do país se tornar sede da Liga das Nações. O governo forneceu espaço em um prédio público para o projeto, onde Otlet expandiu a operação. Ele contratou mais gente e estabeleceu um serviço de pesquisa pago que permitia que qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, mandasse uma busca por correio ou telégrafo - algo como um mecanismo de busca atual. Pedidos chegaram de todo o mundo, mais de 1.500 por ano, sobre diversos tópicos, de bumerangues às finanças da Bulgária.
Com a evolução do Mundaneum, ele começou a sobrecarregar o espaço com o enorme volume de papel. Otlet começou a buscar por idéias de novas tecnologias para o manejamento da sobrecarga de informação. Em um certo ponto, ele sugeriu uma espécie de computador de papel, manipulado com rodas e raios que moveriam os documentos na superfície de uma mesa. Eventualmente, entretanto, Otlet chegou à resposta final, que envolvia descartar todo papel.
Como não existia algo como armazenamento de dados eletrônicos em 1920, Otlet tinha que inventar a resposta. Ele começou a escrever diversos documentos sobre a possibilidade do armazenamento eletrônico, culminando com o livro de 1934, Monde, no qual ele expôs sua visão de um "cérebro mecânico coletivo" que abrigasse toda a informação do mundo, acessível instantaneamente em uma rede global de informação.
Tragicamente, bem quando a visão de Otlet começou a se cristalizar, o Mundaneum entrou em uma fase difícil. Em 1934, o governo belga perdeu o interesse no projeto, após a oferta de o país para ser sede da Liga das Nações ser recusada. Otlet teve que mover o arquivo para um local menor e, após dificuldades financeiras, teve que fechá-lo ao público.
Um bom número de funcionários continuou trabalhando no projeto, mas o sonho terminou quando o nazistas marcharam pela Bélgica em 1939. Os alemães esvaziaram o local original do Mundaneum para dar espaço para uma exibição de arte do Terceiro Reich, destruindo milhares de caixas cheias de cartões. Otlet morreu em 1944, falido e esquecido.
Depois da morte de Otlet, o que sobreviveu do Mundaneum original ficou para existir na obscuridade em um velho prédio da Universidade Livre em Parc Leopold até 1968, quando um jovem estudante da graduação chamado W. Boyd Rayward começou a seguir a trilha de papel.Tendo lido parte do trabalho de Otlet, ele viajou ao escritório abandonado de Bruxelas, onde descobriu um quarto, como um mausoléu, cheio de livros e papéis com teias de aranha.
Rayward ajudou, desde então, no ressurgimento do interesse no trabalho de Otlet, um movimento que por fim angariou atenção suficiente para conseguir desenvolver o museu em Mons.
Hoje em dia, o novo Mundaneum revela interessantes relances de como a web poderia ter sido. Longas filas de gavestas de catálogos contêm milhões dos cartões de índice de Otlet, apontando o caminho para o grande arquivo que contém todos os artefatos. Uma equipe de biblioteconomistas conseguiu catalogar apenas 10% da coleção até agora.
O arquivo revela tanto as limitações como o potencial da visão original de Otlet. Ele imaginou uma equipe de profissionais que analisassem cada peça de informação que chegasse, uma filosofia que vai contra a idéia básica da web.
"Eu penso que Otlet teria se sentido perdido com a internet", disse seu biógrafo, Francoise Levie. Até com um pequeno exército de profissionais, o Mundaneum original jamais poderia acomodar o volume de informação produzida hoje na web.
Apesar dessas limitações, a versão do hipertexto de Otlet tinha algumas vantagens importantes com relação à web de hoje. Primeiro, ele viu um tipo mais inteligente de hiperlink. Enquanto links na web servem como um tipo de ligação muda entre dois documentos, Otlet vislumbrou links que carregavam significado anotando, por exemplo, se os documentos concordavam ou discordavam entre si.
Otlet também viu possibilidades de redes sociais, que deixassem os usuários "participarem, aplaudirem, criticarem."
Enquanto ele provavelmente fosse ficar confuso com o ambiente do Facebook ou do MySpace, Otlet viu alguns dos aspectos mais produtivos das redes sociais - a habilidade de trocar mensagens, participar em discussões e trabalhar coletivamente para recollher e organizar documentos.
Os curadores do Mundaneum de hoje esperam que o museu não termine da mesma maneira que seu precursor. Embora o projeto sempre atraia financiamento, ele batalha para atrair visitantes.
"O problema é que ninguém conhece a história do Mundaneum", disse sua arquivista, Stephanie Manfroid. "As pessoas não se interessam necessariamente por ver um arquivo. É como, você preferiria ver o último Star Wars ou ir a um catálogo gigante?"
Batalhando para ampliar seu apelo, o museu abriga regularmente exposições de pôsteres, fotografias e arte contemporânea. E enquanto apenas um pequeno número dos turistas cheguem ao pequeno museu em Mons, a cidade ainda pode encontrar seu lugar no mapa histórico da tecnologia. Ainda este ano, uma corporação pretende abrir um centro de dados na cidade: Google.
The New York Times e O Estado de São Paulo
http://www.estadao.com.br/vidae/not_vid191257,0.htm
http://www.aber.org.br

Marcadores: ,

RINDO MUITO

Dicionário Gaucho
A laço de espora - Com dificuldade, com esforço;
Arrastar a asa - Paquerar;
Bah - Interjeição de surpresa, admiração - Abreviação de Barbaridade !
Banda Oriental - Refere-se ao Uruguai;
Bater as Botas - Morrer;
Bóia - Comida;
Bolicho - Bodega;
Buenacha - Boa;
Cacetinho - Pão Francês;
Cambicho - Apego, Paixão;
Chambão - Otário;
Charla - Conversa;
Chasque - Mensagem, recado;
China - Jovem, ficante;
Chinoca - Mulher;
Cretino - Editor do Perguntas Cretinas;
Cria - Filhos;
Cupincha - Companheiro;
Cusco - Cachorro de estimação;
De vereda - De uma vez, imediatamente;
Embretado - Em apuros, em dificuldades;
Gato - Bebedeira, porre, embriaguez;
Guiaipeca - Cachorro vadio;
Guapo - Forte, valente, vigoroso;
Guri - Criança, menino;
Guria - Criança, menina;
Grenal - Confronto entre os times do Grêmio e Internacional;
Lasqueado - Trouxa;
Pelea - Peleja, briga, combte;
Piá - Menino, guri;
Poncho - Capa de lã com burco para colocar a cabeça;
Que tal ? - Tudo bem ?
Sair fedendo - Fugir em disparada;
Surungo - Arrasta-pé;
Taita - Indivíduo valentão, destemido, Guapo;
Talho - Ferimento;
Tchê - “Meu”, equivalente do Paulistano;
Tramposo - intrometido, trapaceiro, velhaco;
Trovar - Conversar, prosear;
Uma-de-pé - Briga, luta;
Usted - Você;
Vareio - Susto, sova, surra;
Xepa - Comida;
Xerenga - Faca Velha;
Zunir - Ir-se apressadamente.
http://perguntascretinas.com.br

Marcadores:

INTERESSA, OU NÃO?

Memoria musical brasileira
Hoje está completando um ano o Bloguer TOQUE MUSICAL.
Aqueles discos de vinil 10 e 12 polegadas dos anos 50 ou 60 que em algum momento de sua vida você cruzou com algum deles, e por qualquer motivo, sentimental ou não, aquele som te lembra um passado feliz ou até a imagem da capa te evoca recordações, mas este passado ficou na fumaça do tempo e você acha que jamais poderá voltar a ouvir aquele som a menos que com muita sorte e muito dinheiro você ache aquele disco em um sebo, provavelmente todo riscado e com um risco profundo na faixa que você mais gosta. No TOQUE MUSICAL você volta ao passado e tem a oportunidade de ouvir novamente aquele som que ficou lá na sua memória.
O TOQUE MUSICAL desenvolve um trabalho impar, num país onde se dá muito pouca importancia a memória, seja ela escrita ou sonora. O ENTRESSEIO parabeniza o TOQUE MUSICAL pelo seu primeiro ano de vida e faz votos que seja o primeiro de muitos outros. A memória musical brasileira agradece.
Se o texto acima lhe interessou dê uma passadinha por lá e prestigie. O link é este:
Silvio A. Neves

Marcadores: ,

LIVROS

Eu fui Wermer
Em 'Eu fui Vermeer', Frank Wynne narra a história do holandês Han van Meegeren, um dos maiores falsários de todos os tempos, especialista em criar quadros que reproduziam em detalhes o estilo e a técnica do pintor Johannes Vermeer. Vivendo no turbilhão da Segunda Guerra Mundial e da revolução da Arte Moderna, Van Meegeren faturou mais de 50 milhões de dólares com seus quadros falsos, vendidos aos maiores museus da Europa e amplamente aclamados pela mídia. Mais que isso, teve a satisfação de fornecer quadros falsos aos nazistas, arrancando uma verdadeira fortuna do Terceiro Reich. 'Eu fui Vermeer', narrado em ritmo que nada deixa a dever aos grandes thrillers, captura não só a vida desse artista fenomenal - embora necessariamente não reconhecido -, mas também todo o ambiente e o trabalho dos especialistas que identificam quadros falsos e perseguem seus criadores.
Conceito do Leitor:
Seja o primeiro a opinar
Tradutor: FEIST, HILDEGARD
Autor: WYNNE, FRANK
Assunto: ARTES-TEORIA E HISTORIA
ISBN: 8535912800
ISBN-13: 9788535912807
Livro em português
Brochura - 14 x 21 cm
1ª Edição - 2008
296 Paginas
Preço: R$ 39,00
+Cultura R$ 31,20

Marcadores:

PODE CRER, É VERDADE

Estônia vence corrida de carregamento de mulher
Um casal da Estônia conquistou no sábado o título mundial de carregamento de mulher. Alan Voogla e Kristi Viltro venceram a disputa que acontece anualmente em Sonkajärvi, na Finlândia.
A competição tenta evocar a lenda do bandido finlandês Rosvo-Ronkainen. Quem quisesse integrar a sua gangue tinha de correr pela floresta carregando sacos pesados nas costas. Mas os bandidos tinham também o hábito de seqüestrar mulheres. Por isso, o campeonato tem o formato atual.
Redação Terra

§

Igreja dos fumadores de Deus
Desde o dia 1 de Julho que é proibido o fumo em bares e cafés na Holanda. Agora, o dono de um café vai consagrar o seu estabelecimento como a «A Igreja Única e Universal dos Fumadores de Deus», informa a Lusa.
A santa trindade venerada na igreja será «o fumo, o fogo e a cinza», explicou Cor Bush, proprietário do café «Le Tilleul» (A Tília), em Alkmaar, no norte de Amesterdão.
Num país maioritariamente protestante, Cor Bush pretende defender «a liberdade religiosa» prevista na Constituição da Holanda, país também conhecido pela liberdade de circulação de outros produtos.
De acordo com o proprietário, será afixado nas fachadas dos estabelecimentos aderentes um certificado referindo que «a comunidade da igreja dos fumadores é livre de fumar em honra do bom Deus em Paz». Os fiéis que se juntarem no café receberão um mapa e serão autorizados a acender um cigarro.
Uma dezena de cafés já se mostrou favorável a esta ideia. Quem sabe se a moda não pega.
Portugal Diário

§

Amor no banco de tras deu no precipício
Lin Gu, de 25 anos, e Lee Shin, de 29, foram parar ao hospital de Taiwan depois de terem caído de uma altura de mais de 12 metros, escreve o site Ananova.
O casal estava a ter relações sexuais no banco de trás do carro e esqueceu-se de puxar o travão de mão. Vários ossos partidos e várias nódoas negras foram o resultado desta noite especial.
«Eles estacionaram perto do precipício e não puxaram o travão. Quando começaram a fazer sexo, o movimento fez com que o carro andasse e caísse. Tiveram sorte em não se terem magoado mais», disse um porta-voz da polícia.
Portugal Diário

§

No desempate, americano come mais cachorros-quentes
O americano Joey Chestnut venceu nesta sexta-feira, pelo segundo ano consecutivo, a competição de quem consegue comer o maior número de cachorros-quentes em menor tempo, realizada em Nova York (EUA), segundo informa a agência AFP.
Chestnut derrotou o japonês Takeru Kobayashi em um dramático desempate, depois que os dois devoraram 59 lanches em 10 minutos. Na prova de desempate, o americano comeu cinco salsichas mais rápido que o adversário.
O campeão, um californiano de 24 anos e que pesa 102 kg, dominou quase toda a prova, mas na reta final foi alcançado por Kobayashi. Este é o segundo ano consecutivo que Chestnut vence a disputa, desbancando o japonês, que conquistou o título em seis edições anteriores.
O prova, realizada em Coney Islan para marcar o tradicional feriado de Qatro de Julho, foi reduzida este ano de 12 para 10 minutos pelos organizadores. Em 2007, Chestnut comeu 66 cachorros-quentes contra 63 de Kobayashi.
O japonês perdeu a invencibilidade depois que sofreu um problema na mandíbula, meses antes da competição do ano passado. Cada competidor possui sua própria técnica para tentar vencer a prova. Kobayashi, por exemplo, corta as salsichas ao meio e as engole antes do pão, que molha na água.
A prova foi realizada pela primeira vez em 1946, organizada por quatro imigrantes, que comiam apenas salsichas para ver qual era mais norte-americano. Na primeira edição, o campeão foi um irlandês, James Mullen, que comeu 13 salsichas em 10 minutos.
Redação Terra

§

Achada maconha em carro leiloado por secretaria anti-drogas
Um empresário encontrou 10 kg de maconha escondidos dentro de um veículo adquirido em leilão público realizado pela Secretaria Nacional Anti-Drogas (Senad). Foi o segundo caso de drogas encontradas em carros leiloados pelo órgão no Estado de Santa Catarina em menos de uma semana.
De acordo com as informações da Polícia Civil, que investiga o caso, o empresário Peter Sales, morador da cidade de Palhoça, na região metropolitana de Florianópolis, encontrou os tabletes de maconha no interior do parachoque do carro, feito em material de fibra.
O carro, um Fiat Tempra, havia sido adquirido no leilão realizado em Joinville no último dia 14 de julho. Outros 40 kg de maconha haviam sido encontrados no veículo, apreendido com traficantes no Estado do Paraná.
Segundo a delegada Andréia Pacheco, o homem teria acionado a polícia assim que encontrou a maconha. Ela apura o caso, mas destacou que a Senad pode não ter vistoriado e desmontado o carro antes de colocá-lo a leilão.
O outro caso em Santa Catarina ocorreu na cidade de Lages no último dia 23. O proprietário de um ferro velho encontrou 14 kg de maconha escondidos na lataria de uma Pampa que havia adquirido como sucata no mesmo leilão da Senad. A polícia de Lages também apura o caso.
Redação Terra

Há muitos gajos que pensam assim...

Marcadores: ,

HA! HA! HA!

Quando o rico não sabe, é desinformado... o pobre é burro. Quando o rico é traído, sua mulher é infiel... a do pobre é vagabunda.
Rico quando corre, está fazendo cooper... o pobre está fugindo da polícia.
Quando o rico come, se alimenta... o pobre tira a barriga da miséria.
Quando o rico envelhece, fica idoso... o pobre fica caduco.
Quando o rico se cansa, está estressado... o pobre é preguiçoso.

§

O Joãozinho entra correndo em casa, pega a mãe, e a tranca no armário por duas horas. Quando ele destranca, ela sai furiosa e grita:
- Seu moleque! Por que me trancou no guarda-roupa?
- Eu só tava salvando a senhora, mãe! Tinha dois homens carregando um piano na rua acima e vim correndo pra salvar a senhora.
- Como assim, Joãozinho?! Ficou maluco? Salvar do quê?
- É que eu perguntei onde eles iam enfiar o piano, daí eles me disseram que iam...
- Chega! Já entendi!
- Viu, mãe? Salvei a senhora!

§

Um grupo de cientistas colocou cinco macacos numa jaula. No meio, uma escada e sobre ela um cacho de bananas. Quando um macaco subia na escada para pegar as bananas, os cientistas jogavam um jato de água fria nos que estavam no chão.
Depois de certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros o pegavam e enchiam de pancada. Com mais algum tempo, nenhum macaco subia mais a escada, apesar da tentação das bananas. Então, os cientistas substituíram um dos macacos por um novo. A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo retirado pelos outros, que o surraram. Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não subia mais a escada. Um segundo foi substituído e o mesmo ocorreu, tendo o primeiro substituto participado com entusiasmo na surra ao novato. Um terceiro foi trocado e o mesmo ocorreu. Um quarto, e afinal, o ultimo dos veteranos foi substituído.
Os cientistas então ficaram com um grupo de cinco macacos que, mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam batendo naquele que tentasse pegar as bananas.
Se possível fosse perguntar a algum deles porque eles batiam em quem tentasse subir a escada, com certeza a resposta seria:
- Não sei, mas as coisas sempre foram assim por aqui.

§

Uma casamenteira procura Samuel para lhe propor seus serviços. Ele aceita e ela lhe mostra os dados de uma moça linda, jovem, e de excelente família. Mas Samuel não se impressiona...
- Sou um executivo - diz ele - e só compro algo depois de ter experimentado uma amostra. Então, aqui também vou querer uma amostra.
A casamenteira procura a moça e conta a exigência de seu cliente.
- Ele disse que não tem nada contra, mas como na profissão dele, ele quer uma amostra antes de comprar o produto. A moça responde:
- Olha, eu também entendo de negócios. Pode dizer que não posso lhe mandar uma amostra, mas se ele quiser, lhe mando uma folha com dezenas de referências e recomendações.


Marcadores: ,

COMES & BEBES

Bacalhau com cerveja
Esta receita é bem machista, recebi por e-mail, algumas mulheres talvez não vão gostar, outras até gostam, mas lá vai:

Mulher,
bacalhau,
espinafres,
azeite,
alho,
cebola,
batatas,
ovos cozidos,
sal
e cerveja.

Ponha a mulher na cozinha com os ingredientes e feche a porta.
Fique tomando cerveja durante duas horas e depois peça para ser servido.
É uma delícia e praticamente não dá trabalho.
Bom apetite!
Silvio A. Neves

§

Licor de Jabuticaba

l kg de Jabuticabas 1 kg de açucar
1 litro de àlcool de cereais (tem nas lojas da Rua Silveira Martins em São Paulo) ou 1 litro de cachaça não envelhecida de boa qualidade.
Lave as jabuticabas, tirando as com defeito e estragadas,
coloque em um vidro, cubra com o àlcool, esmague
as jabuticabas com uma colher de pau e deixe macerar
por 20 dias.
Faça uma calda com o açucar e dois copos de água,
junte tudo, filtre em um funil com um chumaço de algodão,
engarrafe e está pronto.
Silvio A. Neves

Marcadores: ,

30 julho, 2008

PLAQUINHA DE HOJE

Série: Cantadas
"PENSA QUE ESTOU PENSANDO EM VOCÊ?
ENGANOU-SE, ESTOU PENSANDO EM OUTRA PESSOA...
PENSA QUE É A ÚNICA PESSOA NO MUNDO?
ENGANOU-SE, AMO OUTRA PESSOA...
PENSA QUE TUDO ISTO É VERDADE?
ENGANOU-SE, EU NÃO VIVO SEM VOCÊ!"

Marcadores:

ATUALIDADES

MP quer que Infraero tenha norma para inspecionar deficiente
O Ministério Público Federal (MPF) recomendou à Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) que adote procedimentos para garantir o cumprimento de normas nos procedimentos de inspeção de passageiros em todos os aeroportos do Rio de Janeiro, sobretudo no caso dos que têm deficiência física ou necessidades especiais.
De acordo com a assessoria do MPF, o objetivo das recomendações, entregues ontem (28) à estatal, é evitar transtornos na inspeção de passageiros com necessidades especiais e são conseqüência de denúncia anônima feita por uma portadora de deficiência, que teria se sentido constrangida pela maneira como foi abordada por servidores da empresa.
A procuradora da República no estado do Rio de Janeiro, Márcia Morgado, pede ainda que os deficientes físicos ou portadores de necessidades especiais tenham prioridade na fila do raio X e que, no caso dos que usam cadeira de rodas e dos portadores de marcapasso que não possam transpor o detector de metais, eles possam optar pela inspeção com o detector de metais manual, dentro ou fora da área de inspeção.
Caso a revista pessoal seja necessária, o policial federal de plantão deverá ser acionado e o procedimento será feito na presença de dois agentes de proteção da Aviação Civil do mesmo sexo do passageiro.
Além disso, a procuradora recomendou que a estatal ministre cursos de orientação, treinamento e reciclagem a seus servidores. E que todos os trabalhadores da empresa usem crachás de identificação durante o serviço.
A Infraero também deve afixar quadros com os direitos dos usuários quanto aos procedimentos de inspeção nos acessos à área de embarque, nas salas onde são feitas as inspeções e em áreas destinadas à não-interferência do fluxo de passageiros.
A estatal tem dez dias úteis, a contar de ontem (28), para cumprir as exigências. A recomendação é um instrumento usado por procuradores da República para defender o interesse público sem recorrer a um processo judicial.
A reportagem tentou saber da Infraero se as recomendações do Ministério Público Federal serão cumpridas e que medidas já estão sendo tomadas, mas não obteve retorno.
Entre os 67 aeroportos administrados pela estatal, cinco estão no Rio de Janeiro. Além do Galeão, do Santos Dumont e do Aeroporto de Jacarepaguá, na capital fluminense, a Infraero é responsável pelos Aeroportos Bartolomeu Lysandro, em Campos dos Goytacazes, e pelo da cidade de Macaé.
Agência Brasil
§
"É mais justo comprar banana por quilo", diz Serra
O governador de São Paulo, José Serra, afirmou que considera mais justo que se compre banana por quilo do que por dúzia. Segundo ele, a lei que proíbe a venda de banana por dúzia em São Paulo foi elaborada tendo em vista reivindicação dos produtores. "Eu acho razoável que se compre a fruta por quilo", disse.
Foi sancionada no último dia 23 uma nova lei que proíbe a venda de banana por unidade e obriga à cobrança pelo peso. Quem desobedecer a nova regra pode pagar multa que varia de R$ 297,60 a R$ 297,6 mil. A nova regra ainda precisa ser regulamentada pelo governo.
Serra lembrou do passado de fruteiro ao comentar a medida. "Eu já vendi por unidade, mas dependia do tamanho. No caso da banana, você vai pagar pelo volume, pelo peso", afirmou.
A reivindicação da lei foi feita, de acordo com ele, por produtores da fruta no Vale da Ribeira.
Redação Terra
§
IML: parte de corpo achado no mar é de padre
O Instituto Médico Legal de Macaé, no Rio de Janeiro, identificou por meio de exame de DNA partes de um corpo encontrado no mar pela Petrobras na Bacia de Santos como sendo do padre Adelir de Carli, 41 anos. O religioso está desaparecido desde o dia 20 de abril, depois que foi içado por mil balões de festa em Paranaguá (PR), no litoral do Estado.
Familiares do padre cederam material para o exame. Os ventos e o mau tempo teriam desviado padre Carli de seu percurso, levando-o à costa catarinense.
As partes do corpo foram encontradas no dia 4 de julho por um rebocador da Petrobras boiando a cerca de 100 km da costa de Macaé. Segundo o IML, os restos encontrados no mar não chegam a caracterizar um corpo. "São despojos humanos. Apenas uma ossada da cintura para baixo, da região pubiana e das pernas, totalmente em decomposição e com fragmentos de tecidos", informou o IML.
De acordo com informações dadas à época do desaparecimento pelo Corpo de Bombeiros da cidade, pelas coordenadas recebidas pela Capitania dos Portos, o balão teria desaparecido em uma região próxima ao balneário de Penha, que fica a cerca de 74 km de São Francisco do Sul.
O Dia

Marcadores:

PATRIMÔNIO CULTURAL

Reservas de museus em Paris mudarão para local mais seguro
Governo francês anuncia que até 2020 as reservas técnicas dos museus parisienses estarão reunidas num único endereço, que terá um grande centro de restauro
O ministério da Cultura e o museu mais importante da França, o Louvre, anunciaram esta semana em Paris que até 2020 será lançado um grande centro de reserva e de restauro dos grandes museus nacionais com sede na capital francesa. Esse local reunirá as obras dos grandes mestres dos séculos passados, que estão atualmente armazenados em "locais exíguos, obsoletos e inadaptados", segundo a ministra da Cultura Christine Albanel.
Ameaçados pelas enchentesAs reservas atuais dos museus do Louvre, d’Orsay, de Artes Decorativas, da Orangerie, Picasso, quai Branly, e da escola de Belas Artes, correm perigo atualmente. Além da ameaça de cheia do rio Sena, que ocorre a cada século, as necessidades de conservação exigidas pelas obras não são sempre respeitadas. "O objetivo não é de construir um simples hangar de armazenagem, nem um galpão, mas um pólo de excelência, polivalente, vivo e aberto", disse a ministra.
O local de instalação desse centro ainda não foi definido. Um edital para receber propostas foi lançado, para que se encontre um local, com área entre 86.000 e 149.000 m2 que possa receber o centro. Ele reunirá, além das reservas de nove museus, o centro de pesquisa e de restauro dos museus franceses. Os serviços estão atualmente espalhados entre o pavilhão da Flora e o palácio do Louvre, o haras do Rei em Versalhes e o laboratório de pesquisa dos monumentos históricos, instalado no castelo de Champs-sur-Marne.
http://www.aber.org.br

Marcadores:

CULTURA

Mais livros em português na web
A Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (BGUC) é a primeira de Portugal a aderir ao sistema de pesquisa de livros do Google, disponibilizando 600 obras no âmbito de uma parceria com a empresa norte-americana. "Somos a primeira biblioteca do país a fazer um acordo com o Google. Vão ser digitalizadas as 600 obras de edição própria que vão ficar disponíveis a utilizadores de todo o mundo", disse à agência Lusa Carlos Fiolhais, director da BGUC. O acervo da Biblioteca Geral que, numa primeira fase, vai ser disponibilizado pela ferramenta de pesquisa de livros associado ao motor de busca, integra monografias, separatas e publicações periódicas de "grande interesse histórico-cultural e prestígio", como os Acta Universitatis Conimbrigensis e a Revista da Universidade de Coimbra.
"Algumas edições estão esgotadas, outras são muito raras e difíceis de encontrar. O Google vai ter os conteúdos integrais, permite a qualquer utilizador ir ao interior da obra", acrescentou.
Considerando a Internet "amiga dos livros", por permitir a sua divulgação global, Carlos Fiolhais realçou ainda que todos os custos da operação são suportados pela multinacional norte-americana.
"Há dez anos os fundadores do Google anunciaram a aspiração de divulgarem todo o conhecimento do mundo. Esta ferramenta [a pesquisa de livros] é mais um passo nesse desígnio", argumentou.
O acordo com a Universidade de Coimbra prevê, numa segunda fase, a disponibilização de obras já digitalizadas pela Biblioteca Geral, nomeadamente ao abrigo de um programa patrocinado pelo Ministério da Cultura "alguns com vários séculos", igualmente em conteúdo integral.
O projecto de cooperação encerra, igualmente, um desafio - ainda em fase de contatos preliminares - que Carlos Fiolhais considera "aliciante": juntar a Biblioteca Geral "ao clube muito seleto" das cerca de 20 melhores bibliotecas do mundo, no Library Google Project.
A Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra tem um acervo bibliográfico de cerca de 1,5 milhões de exemplares e parte das obras que agora ficarão disponíveis através do Google Pesquisa de Livros pertencem ao recheio da Biblioteca Joanina, uma das mais notáveis de Portugal, que alberga cerca de duzentos mil volumes de obras dos séculos XVI a XIX.
O acordo entre a UC e o Google será formalizado quinta-feira, pelas 12:00, em cerimónia a decorrer precisamente na Biblioteca Joanina, no Paço das Escolas da Universidade de Coimbra.
Diário Digital / Lusa
http://www.aber.org.br

Marcadores:

NOSSA PORCA CLASSE POLÍTICA

"Ficha suja": Kassab é incluído em lista da AMB
O prefeito Gilberto Kassab (DEM) foi incluído na lista da Associação dos Magistrados do Brasil (AMB) de candidatos que respondem a processos na Justiça. Inicialmente, Kassab não estava na relação porque, segundo a AMB, o site do Tribunal de São Paulo não registrava informações do processo.
A ação é referente a um processo por improbidade administrativa, da época em que Kassab era secretário do então prefeito Celso Pitta. O candidato foi condenado em primeira instância, mas foi absolvido após recorrer. O Ministério Público entrou com recurso e aguarda o posicionamento do TJ-SP.
Redação Terra

Marcadores: ,

RINDO MUITO

Dicionário de Mineirês
Antisdonte: Em algumas regiões de Minas pronuncia-se ÃNSDIONTI.- o mesmo que “antes de ontem” . “Antisdonte eu vi a Lindauva”.
Belzont: Capital das MinGerais.
Cadiquê: Na forma erudita: CAUSDIQUÊ - mineirin tentânu intendê o pruquê d’arguma coisa… ‘Por causa de quê?’,
Dendapia: dentro da pia. Ex: “ Muié, o galo tá dendapia”.
Deu: o messs qui “di mim”. Ex : ” - Larga deu, sô !”
: o messs qui “pena”, “compaixão” : “Ai qui dó, gentch…!!!”
Embadapia: Debaixo da pia. Ex.: Muié, ele agora tá embadapia.
Émezzz: Minerin dimirado do que contaro pr’ele. Podi tá querêno tamém cunfirmá arguma coisa.
In: v.t.i. 1. Forma diminutiva: Piquininin, lugarzin, bolin, vistidin, sapatin etc….
Intorná: g.g. 1. Quando não cabe na vasilha. 2. Derramar.
Jizdifora: p.d.s. 1. - Cidade minera pertín do RidiJanero, lá prás banda da Vinida Brasil nº 500.000. O pessoar da capitár nunca sabe se a turma de lá é minerin ou carioca. Daí fica dizendo que é terra dos carioca du brejo.
Kidicarne: medida empregada na comercialização de carne.
Kinem: Advérbio de comparação - igual: Ela saiu bunita kinem a mãe.
Lidileite: Litro de leite.
Magrilin: Indivíduo muito magro.
Minerin: MINEIRIN (forma clássica) - Nativo duistádimínass. Típico habitante das Minas Gerais.
Negocin: Qualquer coisa que o minerin acha pequeno.
Némêss: Minerin quereno qui ocê concordi c’ás
idéia dêle…
NNN: Gerúndio do minerês: Brincannno, corrennno, innno, vinnno.
Nóoo: num tem nada a ver cum laço pertado, não ! É o mess qui “nossa!!” …Vem di: Nóoossinhora !…
Óiaí: Olha aí, ó, toma…
Óiaqui: Minerin tentando chamar a atenção para alguma coisa.
Pópôpó: A mineirinha ajudando ao marido fazer café.
Prestenção: é quan’um mineirin tá falano mais cê num tá ouvino.
Quainahora:
Expressão que indica que o mineirm está ficando atrasado: Si nois num apertá a marcha nóis vai chegá dispois do casório.(quase na hora)
Quiném: Advérbio de comparação. Ex: “É bunita qui dói. Quiném a mãe !”
Sapassado: Sábado Passado.
Secetembro: Dia em que se comemora a independência do Brasil.
: fim de quarqué frase. Qué exêmpro tamém ? : Cuidadaí, sô !!…
Tirisdaí: É quan um trem tá travessado bem in frente di nóis: Ex Tirisdaí minino! Tá travancando o caminho.
Triango minero: Triângulo Mineiro.
Uai: Corresponde a “UÉ”, dos paulistas. Melhor Definição: “Uai é uai,…uai !”
Vidiperfum: É donde se guarda aquelas água de chero. (vidro de
perfume).
http://www.perguntascretinas.com.br

Marcadores:

LIVROS

Anno Domini - Manuscritos medievais
Anno Domini reúne contos que mergulham na Idade Média em seu conceito mais amplo. História e fantasia se misturam, mesclam o real ao imaginário, evocam magia, aventura, luz e escuridão. Reis, bruxas, magos, guerreiros, dragões, simples camponeses... Todos enfrentam as próprias batalhas numa atmosfera sombria e irrespirável, por vezes lírica e cativante. Estes manuscritos medievais apresentam o trabalho de jovens autores, pouco ou mais conhecidos, e também de autores veteranos, como Raphael Draccon, Claudio Villa, Nazarethe Fonseca e Madô Martins. Uma viagem a um passado muito mais presente em nossas vidas do que imaginamos.
Publicação prevista para: 18/7/2008

Marcadores:

SAÚDE

Ração Humana
Conheça a Ração Humana, o composto alimentar natural que faz verdadeiros milagres para o organismo e para a forma física.
É comida de cachorro? Ou de passarinho? Com nome que causa estranhamento à primeira vista, a Ração Humana pode parecer suspeita, mas é um dos compostos alimentares mais usados por celebridades. Seja na hora de entrar em forma, ou somente para equilibrar o organismo, a ração tem vantagens que nenhum comprimido ou suplemento de farmácia pode ter: é natural e não nenhuma contra-indicação.
A ração humana é um composto feito à base de diferentes tipos de ingredientes ricos em fibra. Ela controla o colesterol, aumenta a resistência do organismo, regula o intestino e desintoxica o corpo. E claro, uma vantagem muito importante: a ração humana emagrece. Difícil de acreditar, mas é verdade. Rica em fibras, ela estabiliza o sistema digestivo e diminui a absorção de gordura pelo corpo. Se acompanhado de exercícios físicos regulares, o efeito ganha ainda maiores conseqüências - basta fazer algum esforço e o sonho de perder aquela gordurinha extra pode ficar mais próximo. Ficou louco para emagrecer e experimentar? Conheça os benefícios de cada ingrediente da Ração Humana:
Linhaça
Auxilia na regularização do intestino, aumente o sistema imunológico e protege contra tumores.
Colágeno
Enrijece os tecidos da pele, elimina rugas, e fortalece cabelos.
Fibra de trigo
Combate aprisão de ventre e favorece a eliminação de toxinas dos órgãos de digestão e excreção. As fibras são muito importantes também na prevenção da obesidade.
Aveia
A aveia contém uma goma que envolve as moléculas de gordura e dificulta a absorção dela pelo organismo. Ela também fortalece pele e cabelos; por isso é tão utilizada em produtos de beleza. Leite de Soja
É rico em proteínas, vitaminas, sais minerais e lecitina, que tonifica o sistema nervoso.
Açúcar mascavo
Extraído da cana-de-açúcar, não passa por processo de refinamento, mantendo assim as vitaminas e sais minerais do caldo da cana.
Castanha
É rica em folato e vitaminas C e B6.
Amêndoa
Contém quantidades importantes de magnésio, potássio, ferro, zinco e cobre. As amêndoas são ótimas para curar o stress, a depressão, a fadiga e o colesterol elevado.
Gergelim
Tonifica os nervos, combate dores reumáticas, tumores, acido úrico, memória fraca, hemorróidas, gastrites, ulcera, prisão de ventre, pressão alta. É um excelente repositor de cálcio.
Gérmen de Trigo
Contém vitaminas dos grupos A, B, D, F, K e principalmente a vitamina E, que regenera os tecidos. Combate a menstruação irregular, dificuldades de crescimento e desenvolvimento, fraqueza muscular e infecções. Combate também doenças reumáticas, como o torcicolo, reumatismo muscular e nervoso, doenças cardíacas e circulatórias.
MODO DE PREPARO
Utilize a mesma quantidade de cada componente. A porção recomendada é de 50 gramas de cada componente.
Bata no liquidificador os ingredientes que não sejam em pó e depois misture-os. Guarde em vidros limpos e secos, bem fechados.
Conserve em geladeira, por no máximo 15 dias. A ração humana pode ser consumida de várias formas: com leite, iogurte, geléia, ou com salada de frutas. Dê preferência aos alimentos menos calóricos e mais ricos em nutrientes (misturar a ração humana com churrasco não vai dar resultado nenhum, ok?).
http://www.spfw.com.br/noticia_det.php?c=1644

Marcadores:

PODE CRER, É VERDADE

Homem chega ao seu destino levado por balões
O americano que deixou ontem o Estado americano de Oregon em uma cadeira presa a balões com gás hélio conseguiu atingir seu destino. Um jornalista local ouvido pela agência AP disse que Kent Couch aterrissou sem problemas em Cambridge, Idaho, na tarde de sábado.
O aventureiro foi recebido por dezenas de pessoas que levaram água para que ele bebesse na chegada. Esta foi a terceira tentativa que Couch fez de voar preso a balões.
Segundo moradores da região, eles foram atraídos pelo barulho dos tiros do rifle de Couch, disparados contra os balões para que a cadeira descesse.
O americano percorreu 378 km em nove horas desde que deixou seu posto de gasolina até a aterrissagem, preso a 150 enormes balões.
AP


§


Alemão compra tanque para passear com a família
O alemão Joachim Schoeneich, da cidade de Neu Anspach, decidiu comprar um "carro" novo para levar a família para passear e fazer compras: um tanque de guerra de seis toneladas. As informações são da revista eletrônica Ananova.
O tanque veio com uma metralhadora desativada e uma blindagem de três polegadas, mas o assento especial para o filho Paul, 2 anos, Schoeneich teve que acoplar no veículo. "Nós compramos esse tanque para fazer compras e passear", disse o alemão.
"Vem sendo um pouco difícil de encontrar lugar para estacionar, mas não temos problemas ao passar por cruzamentos", acrescentou. A única desvantagem encontrada pela família é enorme consumo de combustível do veículo.
Redação Terra


§


China: após enchente, restaurante alagado vira mania
O dono de um restaurante alagado na cidade de Xiangfan, na China, abandonou os planos de fechar o estabelecimento após o negócio virar sucesso, informa o diário online Ananova.
De acordo com a agência de notícias Xinhua, notícias sobre a novidade de comer refeições com água nos tornozelos se espalharam e o estabelecimento ficou lotado de clientes. As garçonetes admitem ter dificuldades para acompanhar os pedidos.
O dono do local afirmou que estava preparado para fechar temporariamente após os mais fortes temporais em 50 anos atingirem a cidade. No entanto, ele mudou de idéia quando soube que o novo clima da casa atraía consumidores.
"É muito legal. Não apenas a temperatura, mas também por ser um novo jeito divertido de fazer uma refeição", disse um cliente.
Redação Terra



§


Mulher é detida por esconder droga em Kinder Ovo
Autoridades de imigração britânicas do aeroporto de Birmingham foram surpreendidas quando descobriram que uma mulher tentou esconder droga no recipiente plástico de um chocolate Kinder Ovo, informa o diário online Metro nesta segunda-feira.
A viajante desembarcou no país com 30 g de cannabis dentro do chocolate, que normalmente traz um brinquedo surpresa.
O recipiente estava escondido nas partes íntimas da mulher, informou um agente de fronteira do Reino Unido. A droga foi descoberta quando a passageira foi submetida ao sensor de raio-X. Ela chegou ao país em um vôo vindo de Portugal.
A mulher, moradora da região de Coventry, foi detida e liberada após receber uma advertência verbal.
Redação Terra


§


Idoso holandês cultiva horta de maconha sem saber
Senhor de 73 anos de Haia, na Holanda, cuidava de sua plantação de begônias com todo carinho e orgulho, até descobrir que boa parte de suas queridas plantas na verdade eram pés de maconha.O ancião, cuja identidade foi preservada, prometeu destruir os pés da erva. Ele acredita que a maconha tenha sido plantada por jovens, que se aproveitaram de seu esmero com as begônias para garantir que sua maconha fosse bem cuidada também.O consumo da maconha, como de outras drogas leves, é tolerado nos famosos cafés holandeses, mas o cultivo da planta é ilegal. Desde o começo do mês, o governo do país vem apertando o cerco para combater o cultivo criminoso da droga.

Minha Notícia

A nescessidade faz o ser humano fazer cada coisa...

Marcadores: ,

HA! HA! HA!


No dia da audiência, o acusado faz uma proposta ao seu advogado:

- Vamos combinar o seguinte: Se eu pegar 5 anos, lhe pago mil Reais, se eu pegar 3 anos lhe pago dois mil e se eu pegar somente um ano lhe dou cinco mil, topas?

- Combinado!

No dia seguinte, o advogado vai visitar o seu cliente na prisão.

- Eu lhe consegui um ano, portanto você me deve cinco mil! E olhe que tivemos sorte, pois eles queriam absolvê-lo!


§


Metrópolis, segunda-feira, 8:00 da manhã. Entediado com a vida de super-herói, o homem de aço, sobrevoando a cidade, fala consigo mesmo:

- Ô vida chata essa de super-herói... Estou servindo esse planeta há tanto tempo, já salvei a terra de catástrofes e terroristas, já ajudei velhinhas e ceguinhos a atravessar ruas, já coloquei tantos bandidos na cadeia e mandei outros tantos pro inferno... Já salvei a Lois Lane diversas vezes da morte,assim como tantas outras mulheres gostosíssimas, e, por incrível que pareça... nunca comi ninguém. A Lois Lane só dá quando eu me casar com ela,mas isso eu não quero e já disse que ela bem que podia me dar como pagamento por pelo menos um salvamento dos tantos que já fiz... mas nada.- Já sei, vou usar minha super-visão de raios-x e procurar alguma mulher que esteja dando bola ou à toa pelas ruas.

Depois de alguns minutos de vôo, o super-herói encontra lá embaixo uma cena inexplicavelmente perfeita para a sua necessidade: a Mulher-Maravilha em pessoa, completamente nua e de pernas abertas deitada numa praia deserta!

- Não posso nem acreditar que essa gostosa da mulher-maravilha estava

esse tempo todo aqui, com essa cara de quem já está gozando e eu me lamentando pelos céus!... Já sei. Com a minha super-velocidade, vou descer lá, dou duas duas ou três, e vou ser tão rápido que ela não vai nem perceber!

Numa pequena fração de segundos o homem de aço faz o serviço e sobe aos céuscom uma cara de felicidade e a sensação de dia ganho.

Lá embaixo, a Mulher-Maravilha, espantada, pergunta:

- Ô Homem-Invisível, o quê que foi isso?

- Querida, eu sinceramente não faço a menor idéia, mas não sei por que o meu cú de repente começou a arder tanto!...



§



Um tarado estava a perseguir três mulheres: uma loira, uma ruiva e a outra morena. Elas entram em um terreno baldio onde existia três sacos. Cada uma entra em um saco para se esconder do maníaco.

Não convencido o tarado chuta o saco da morena que sem hesitar responde:

- Au au au au!!!

E ele:

-Ah! É só um cachorrinho...

Então ele vai chutar o saco onde está a ruiva.

- Miau miau miau.

- Ah! É só um gatinho - diz ele.

E partiu para chutar o saco da loira quando de repente:

- Batatas , batatas , batatas - grita a loira.


§


Dois sócios acabam de contratar uma secretária jovem de curvas extremamente sensuais. Embora eles sejam casados, já fazem a aposta para saber quem vai comê-la primeiro. Finalmente, o mais novo deles consegue levá-la para o motel. O sócio quer saber como foi:

- E então, ela é boa de cama?

- Ahhh - responde desanimado o primeiro - a minha mulher é melhor.

Alguns dias depois, é o outro que consegue levá-la para o motel. O amigo quer saber a nota:

- E aí, como é que foi?

- Você tinha razão, sua mulher é melhor mesmo.

Marcadores: ,

COMES & BEBES

Pão Sírio
1 kg de farinha de trigo
2 ovos
50 g de açúcar
20 g de sal
2 tabletes (30 g) de fermento biológico
2 colheres (sopa) de óleo
2 copos de água (aproximadamente)

Coloque a farinha de trigo numa tigela, junte o ovo e mexa com uma espátula. Adicione o açúcar e o sal e misture. Em seguida, incorpore o fermento biológico e mexa bem. Acrescente à massa uma parte da água, misture, junte o óleo e continue a mexer, adicionando, aos poucos, a água restante.
Quando ficar homogênea, sove bem a massa (que deve ficar seca).
Forme uma bola e deixe descansar por 15 minutos
Em seguida, retire pequenas porções de tamanho semelhante (pequenas bolas de massa)
Numa superfície enfarinhada, abra as bolinhas de massa com um cilindro (rolo)
Coloque-as numa fôrma, sem untar. Leve para assar em forno bem quente (250°C) por 1 a 2 minutos
Texto e Foto: Revista Água na Boca
§

Marmelada

2 kg de marmelos (tem no Pão de Açucar) 1.5 kg de açúcar
1 pau de canela
casca de 1 limão
Lavar muito bem os marmelos. Retirar-lhes as sementes e cortá-los em pequenos pedaços.
Num recipiente ir colocando alternadamente os marmelos e o açúcar. Deixar a macerar de um dia para o outro ou umas boas horas.
Colocar o preparado numa panela. Juntar o pau de canela e a casca de limão e levar ao lume(fogo).
Quando o marmelo estiver cozido, retirar o pau de canela e a casca de limão.
Triturar o preparado.
Deixar apurar.
Recebido por e-mail

Marcadores: